Odilon Redon

Odilon Redon foi um pintor simbolista francês.

Odilon Redon: importante pintor do simbolismo frânces
Odilon Redon: importante pintor do simbolismo frânces

 

Quem foi

 

Odilon Redon foi um artista gráfico e pintor francês. É considerado um dos principais representantes do Simbolismo nas artes plásticas da França.

 

Odilon Redon nasceu em 20 de abril de 1840, na cidade de Bordeaux (França). Faleceu em 6 de julho de 1916, na cidade de Paris (França).



Características de seu estilo artístico (pintura):

 

• Fez, principalmente no início de sua carreira, muitas obras de litogravuras e de desenhos a carvão. Nesta fase, desenhou figuras (plantas e criaturas) estranhas e bizarras.

 

• Foi influenciado pelas obras literárias sombrias e tenebrosas do escritor Allan Poe. Também influenciaram Odilon Redon as obras de Baudelaire e Mallarmé.

 

• Abordagem, em suas obras, de temas esotéricos e sonhos.

 

• Suas obras de arte, principalmente da primeira fase, exploram temas de solidão, a experiência interior da psique e as dualidades de escuridão e luz, visível e invisível, horror e beleza.

 

• Na segunda fase de sua carreira artística, abordou temas da mitologia, além de imagens da natureza (principalmente flores). O negro do carvão deu espaço para cores alegres e vivas das pinturas a óleo.

 

• Nesta segunda fase, Odilon Redon também transmitiu ideias e sentimentos mais otimistas e esperançosos.

 

Pintura mostrando borboletas coloridas voando

Borboletas (1910): pintura de Odilon Redon



Principais obras de Odilon Redon:

 

- Autorretrato (1880)

 

- O homem do cacto (1881)

 

- O Porto de Morgat (1882)

 

- Os olhos fechados (1890)

 

- Musa sobre Pégaso (1900)

 

- Nuvem de flores (1903)

 

- Flores (1903)

 

- O Buda (1903)

 

- Retrato de Violette Heymann (1910)

 

- O nascimento de Vênus (1912)

 

- São Sebastião (1912)

 

- Os ciclopes (1914)

 

Pintura Musa sobre Pégaso, obra do pintor Odilon Redon

Musa sobre Pégaso (1900), obra do pintor Odilon Redon

 

 

Autorretrato de Odilon Redon
Autorretrato (1880).

 

 



Por Jefferson Evandro Machado Ramos
Graduado em História pela Universidade de São Paulo - USP (1994).