Hermes da Fonseca

Hermes da Fonseca foi um marechal e presidente do Brasil entre 1910 e 1914.

Hermes da Fonseca: presidente do Brasil entre 1910 e 1914
Hermes da Fonseca: presidente do Brasil entre 1910 e 1914

 

Quem foi



Hermes Rodrigues da Fonseca foi um militar brasileiro (Marechal), político e presidente do Brasil entre os anos de 1910 e 1914. Foi o primeiro presidente do Brasil eleito de forma direta. 

 

Biografia resumida


Hermes da Fonseca nasceu na cidade gaúcha de São Gabriel em  12 de maio de 1855.

 

Com 16 anos se tornou bacharel em Ciências e Letras e entrou para a Escola Militar do Rio de Janeiro.

 

Foi Ministro da Guerra no governo do presidente Afonso Pena (1906 a 1909). Participou ativamente, em 1910, da fundação do Partido Republicano Conservador (PRC).

 

Em 1914 (após o mandato presidencial), foi eleito senador pelo estado do Rio Grande do Sul, porém se recusou a assumir o cargo em função do assassinato de Pinheiro Machado (dirigente do Partido Republicano Conservador).

 

Após seu mandado, pediu licença do exército e foi viver na Suíça entre os anos de 1915 e 1920. Em 1923 foi transferido para a reserva do Exército Brasileiro, assumindo o posto de Marechal.

 

Hermes da Fonseca faleceu na cidade de Petrópolis (Rio de Janeiro) em  9 de setembro de 1923. 

 

Selo de 1955 com o retrato de Hermes da Fonseca

Selo de 1955 em homenagem ao marechal Hermes da Fonseca.

 


Governo Hermes da Fonseca e suas principais ações:


- Reprimiu a Revolta da Chibata (1910), levante de marinheiros contra os castigos físicos existentes na Marinha naquela época.

 

- Criou a "política das salvações", onde usava tropas federais para garantir a intervenção nos estados brasileiros e, desta forma, conseguir o apoio ao governo federal.

 

- Instituiu a Lei do Serviço Militar obrigatório.

 

- Enfrentou entre setembro de 1912 até o final do seu mandato a Guerra do Contestado. A rebelião popular que ocorre nos estados do Paraná e Santa Catarina terminou apenas em 1915 já no governo de Venceslau Brás.

 

- Em 1913, enfrentou uma onda de greves de operários em vários estados. Decretou o Estado de Sítio na capital (Rio de Janeiro) como forma de controlar o movimento operário e conter as greves.

 

- Em dezembro de 1913, Hermes da Fonseca decretou Estado de Sítio no estado do Ceará. Foi uma medida para controlar e enfraquecer o movimento social conhecido como Revolta de Juazeiro, que teve como líder o Padre Cícero.

 

Festa de posse de Hermes da Fonseca

Festa de posse do presidente Hermes da Fonseca em 1910.

 

 



Última revisão: 30/08/2020

Por Jefferson Evandro Machado Ramos
Graduado em História pela Universidade de São Paulo - USP (1994).