Astrolábio

O astrolábio é um instrumento de orientação náutica que usa as localizações de estrelas e do Sol.

Astrolábio Náutico: instrumento fundamental na época das Grandes Navegações
Astrolábio Náutico: instrumento fundamental na época das Grandes Navegações

 

O que é o astrolábio náutico - definição

 

Astrolábio é um instrumento náutico de orientação baseado na posição das estrelas e do Sol. Ele possuí o formato esférico ou de círculo graduado (com marcação de graus) e uma haste móvel.

 

Quem inventou

 

Esse instrumento foi inventado, provavelmente, por volta de 150 a.C. pelo matemático, geógrafo e astrónomo grego Hiparco de Niceia.

 

Como funciona

 

Na época dos Grandes Descobrimentos, o navegador, que geralmente era especializado no uso do astrolábio, devia observar e determinar a altura das estrelas e do Sol e medir a longitude e latitude do local em que estavam.

 

Atualmente, com a disponibilidade de várias tecnologias de orientação, baseadas principalmente em sinais de satélite, o astrolábio é raramente utilizado.

 

Importância histórica

 

Esse instrumento foi de grande importância na época das Grandes Navegações e Descobrimento Marítimos (séculos XV e XVI), pois possibilitou aos navegadores saber em que posição estavam no vasto oceano que pouco conheciam.

 

Sua principal deficiência

 

O astrolábio náutico era eficiente, porém apresentava um problema. Em dias de tempo nublado, a visualização dos astros ficava muito prejudicada. Nesses casos, ocorriam desvios de rotas, provocando acidentes, atrasos e até embarcações perdidas nas águas oceânicas.

 

Etimologia (origem da palavra)

 

- A palavra astrolábio deriva do grego astrolábion, que significa “instrumento para fazer a medição da altura dos astros”. Na Idade Média, houve a latinização da palavra, que originou astrolabius.

 

Imagem mostrando o uso do astrolábio
Como o astrolábio náutico é utilizado.

 

 

 

 


 


Artigo publicado em: 17/01/2020

Por Jefferson Evandro Machado Ramos
Graduado em História pela Universidade de São Paulo - USP (1994).