PIB do Brasil em 2015

Dados trimestrais do PIB brasileiro no ano de 2015, resultado anual, dados por setores da economia, análise resumida, acumulado do semestre, recessão técnica, produto interno bruto

PIB do Brasil em 2015: queda de 3,8%
PIB do Brasil em 2015: queda de 3,8%

 

PIB do Brasil em 2015 (resultado final anual)

 

De acordo com dados divulgados pelo IBGE em 03 de março de 2016, o PIB brasileiro apresentou uma queda de 3,8% (na comparação com 2014). É o pior resultado apresentado pela economia brasileira desde o ano de 1990. Em valores correntes, a riqueza produzida pela economia do Brasil atingiu R$ 5,904 trilhões (US$ 1,53 trilhão - câmbio de 03/03/2016). O PIB per capita de 2015 ficou em R$ 28.876.(queda de 4,6% em relação ao ano anterior). De acordo com economistas, o quadro de recessão em que vive a economia brasileira é resultado dos problemas políticos internos, diminuição do consumo, aumento do desemprego e queda nos investimentos externos.

 

Os dados anuais, por setores da economia, de 2015 do PIB ficaram assim: agropecuária (+1,8%); indústria (-6,2%); serviços (-2,7%); consumo das famílias (4,0%); consumo do governo (-1,0%); formação bruta de capital fixo (-14,1%), exportações (+6,1%); importações (-14,3%).

 

PIB brasileiro no 1º trimestre de 2015

 

No primeiro trimestre de 2015 o PIB (Produto Interno Bruto do Brasil) apresentou uma queda de 0,7% (em comparação ao 4º trimestre de 2014).

 

Os dados por setores da economia são os seguintes (em comparação com o trimestre anterior): agropecuária (+4,8%); indústria (-0,7%); serviços (-0,9%); consumo das famílias (-1,5%); consumo do governo (-1,5%); formação bruta de capital fixo (-2,4%), exportações (+16,2%); importações (+0,9%).

 

* PIB do 2º trimestre revisado pelo IBGE: -0,8 (apresentado em 01/12/2015)

 

 

PIB brasileiro no 2º trimestre de 2015

 

De acordo com dados do IBGE, divulgados em 28 de agosto, no segundo trimestre de 2015 o PIB (Produto Interno Bruto) apresentou uma queda de 1,9% (em comparação com o 1º trimestre de 2015). Na comparação com o 1º trimestre de 2014, a queda foi de 2,6%. Em valores correntes, o PIB do 2º trimestre ficou em R$ 1,43 trilhão.

 

De acordo com estes dados econômicos negativos, a economia brasileira entrou em recessão técnica (quando ocorre queda do PIB em dois trimestres consecutivos).

 

Os dados por setores da economia são os seguintes (em comparação com o trimestre anterior): agropecuária (-2,7%); indústria (-4,3%); serviços (-0,7%); consumo das famílias (-2,1%); consumo do governo (+0,7%); formação bruta de capital fixo (-8,1%), exportações (+3,4%); importações (-8,8%).

 

 

* PIB do 2º trimestre revisado pelo IBGE: -2,1 (apresentado em 01/12/2015)

 

 

PIB brasileiro no 3º trimestre de 2015

 

De acordo com dados do IBGE, divulgados em 01 de dezembro, no terceiro trimestre de 2015 (entre julho e setembro) o PIB (Produto Interno Bruto) apresentou uma retração de 1,7% (em comparação com o 2º trimestre de 2015). Na comparação com o 3º trimestre de 2014, a queda foi de 4,5%. Em valores correntes, o PIB do 3º trimestre ficou em R$ 1,481 trilhão.

 

De acordo com estes dados econômicos negativos, a economia brasileira permanece em recessão técnica.

 

Os dados por setores da economia são os seguintes (em comparação com o trimestre anterior): agropecuária (-2,4%); indústria (-1,3%); serviços (-1%); consumo das famílias (-1,5%); consumo do governo (+0,3%); formação bruta de capital fixo (-4%), exportações de serviços e bens (-1,8%); importações de serviços e bens (-6,9%).

 

PIB brasileiro no 4º trimestre de 2015

 

De acordo com dados do IBGE, divulgados em 03 de março de 2016, no quarto trimestre de 2015 (entre outubro e dezembro) o PIB (Produto Interno Bruto) apresentou uma retração de 1,4% (em comparação com o 3º trimestre de 2015).

 

Os dados por setores da economia são os seguintes (em comparação com o trimestre anterior): agropecuária (+2,9%); indústria (-1,4%); serviços (-1,4%); consumo das famílias (-1,3%); consumo do governo (-2,9%); formação bruta de capital fixo (-4,9%).