Espeleologia

O que é Espeleologia, cavernas brasileiras, foto de caverna, trabalho do espeleólogo, principais cavernas brasileiras

Mammoth Cave: maior caverna do mundo
Mammoth Cave: maior caverna do mundo

 

O que é espeleologia (resumo)

 

Espeleologia é a ciência voltada para o estudo de cavernas. Esta ciência busca conhecer e estudar a formação geológica das cavernas, meio ambiente onde estão inseridas, formas de vida que a habitam, características, formas de preservação, etc. Esta ciência utiliza em seus estudos conhecimentos de outras áreas como, por exemplo, Geologia, Geografia, Biologia, Ecologia, entre outras. O profissional que atua nesta área é chamado de espeleólogo. 

 

Cavernas no Brasil 

 

O Brasil é um país rico na presença de cavernas. Já foram catalogadas cerca de 4 mil cavernas em território nacional. Os espeleólogos acreditam que existam aproximadamente 80 mil cavernas em nosso país. Isto é extremamente importante, pois além destas cavernas oferecerem muitas informações científicas, podem ser exploradas do ponto de vista turístico e cultural. 

 

 

Cavernas: fonte de pesquisa pré-histórica 

 

Vale dizer também que, muitas cavernas, foram habitadas no passado por homens pré-históricos. Logo, são importantes fontes de estudo desta época da história, pois podem ser analisadas do ponto de vista arqueológico. Estas cavernas possuem vestígios pré-históricos e, muitas delas, pinturas rupestres.

 

Principais cavernas brasileiras:


- Gruta do Centenário (Pico do Inficionado) em Minas Gerais: á a caverna mais profunda do Brasil com 481 metros de profundidade.


- Toca da Boa Vista (Campo Formoso) na Bahia: caverna mais extensa do Brasil com 92,1 km de extensão.


- Toca da Barriguda na Bahia com 26,7 km de extensão.


- Gruta do Maquiné (Cordisburgo) em Minas Gerais: é a mais visitada no Brasil.


- Gruta dos Ecos: localizada em Corumbá de Goiás-GO.

 

Curiosidades:


- A maior caverna do mundo em extensão é a Mammoth Cave, situada no estado de Kentucky (Estados Unidos). Ela possui 580 km de extensão.

 

- A maior parte das cavernas levaram milhões de anos para se formarem.

 

Indicação de livro sobre o tema:


- As grandes cavernas do Brasil, Augusto Auler, Ézio Rubbioli e Roberto Brandi, Belo Horizonte, Grupo Bambuí de Pesquisas Espeleológicas, 2001, 214 páginas.