Civilização Cretense

Creta teve uma das civilizações mais desenvolvidas na antiguidade, principalmente no aspecto cultural.

Afresco do palácio de Cnossos em Creta
Afresco do palácio de Cnossos em Creta

 

Período histórico e localização


Também conhecida como civilização minoica, foi aquela que se desenvolveu entre os anos de 3.000 a.C. e 1.400 a.C. na ilha de Creta.


As características principais da civilização cretense são:


- Economia baseada, principalmente, no comércio marítimo. Havia também a prática da agricultura, principalmente o cultivo de uvas, azeitonas e trigo.

 

- Período relativamente pacífico (poucas guerras ou conflitos relatados sociais).

 

- Período marcado pela construção de importantes palácios reais. Podemos citar como exemplos: Palácio de Cnossos, Palácio de Festos e Palácio de Mália.

 

- Possuíam uma religião politeísta (vários deuses e deusas). As principais divindades eram figuras femininas ligadas, principalmente, à fertilidade. Portanto, podemos dizer que era uma religião matriarcal. Desta forma, a religião minoica se baseava no culto da Grande Mãe, representante da fertilidade e da terra.

 

- Com relação à política, o poder se concentrava nas mãos do rei. Este também era uma importante figura de poder jurídico e religioso.

 

- No tocante as artes plásticas, podemos destacar a importância e beleza da arte cerâmica minoica. Também foram importantes os afrescos dos palácios reais (retratavam cenas cotidianas), além da confecção de joias com ouro e pedras preciosas.  

 

Curiosidades históricas:


- O termo “minoico” foi dado pelo arqueólogo inglês Arthur Evans, uma referência a Minos (rei mítico da ilha de Creta).

 

- A civilização cretense se desenvolveu com grande e importante contato com a Grécia Antiga. Muitos historiadores consideram que ela faz parte da civilização grega antiga.

 

- O touro era uma espécie de animal sagrado para os cretenses. Era muito comum a realização de danças e atividades corporais com a presença de touros.

 

- Muitos palácios cretenses foram destruídos no século XVII a.C., após um terremoto provocado pela erupção do vulcão de Santorini.

 

Foto das ruínas do Palácio de Cnossos na ilha de Creta

 

 

 

 

 

 

 

 


Ruínas do Palácio de Cnossos na ilha de Creta.

 

 

 

 

 

 

 

Última revisão: 11/07/2020.
___________________________________

Por Jefferson Evandro Machado Ramos
Graduado em História pela Universidade de São Paulo - USP (1994).