Liga Hanseática

O que foi, objetivos, região e período, história, renascimento comercial na Baixa Idade Média, principais cidades, resumo, crise

Liga Hanseática: associação de cidades comerciais
Liga Hanseática: associação de cidades comerciais


O que foi e objetivo

 

A Liga Hanseática foi uma associação comercial de cidades (guilda), que surgiu no século XIII, durante a Baixa Idade Média, na região da atual Alemanha. Ela se formou, assim como outras ligas e associações, no contexto do renascimento comercial ocorrido neste período histórico.

 

A palavra deriva do alemão, sendo que Hansa, na sua origem, designava a união de mercadores alemães com estrangeiros.

 

O principal objetivo da liga era aumentar o comercio entre os comerciantes das cidades associadas. Servia também para potencializar o poder de negociação com outras ligas ou regiões comerciais estrangeiras.

 

Surgimento e história

 

A primeira liga surgiu em 1241, a partir de um acordo entre as cidades alemãs de Hamburgo e Lübeck. Poucos anos depois, entraram para a liga outras importantes cidades marítimas alemãs. Logo em seguida, entraram mais algumas cidades comerciais do interior do território alemão.

 

Nos séculos XIV e XV, período de maior desenvolvimento da Liga Hanseática, a associação contava com cerca de noventa cidades. Entre estas cidades, podemos citar: Hamburgo, Bremen, Lübeck, Rostock, Colônia, Riga, Wismar e Danzig. Nesta época, a liga dominava o comércio e a rota comercial marítima no mar Báltico e Mar do Norte.

 

Crise da Liga Hanseática

 

A Liga Hanseática começou a perder força, a partir do século XV, com a concorrência de duas novas potências comerciais: Inglaterra e Países Baixos (Holanda).