Legado da Mesopotâmia

Principais aspectos culturais e científicos dos povos da antiga Mesopotâmia que chegaram até nós.

Calendário anual de doze meses: legado mesopotâmico
Calendário anual de doze meses: legado mesopotâmico


Introdução

 

Os principais povos da Mesopotâmia Antiga (caldeus, sumérios, hititas e babilônios) passaram a diante diversos conhecimentos científicos e aspectos culturais que chegaram até a civilização atual. Muitos deles foram de grande importância para a evolução da humanidade durante a História.

 

Principais legados da Mesopotâmia Antiga:

 

- Diversos conhecimentos de astronomia. Um dos principais está relacionado à ocorrência de eclipses solares e lunares.

 

- Divisão do ano em dose meses.

 

- Divisão da semana em sete dias.

 

- Divisão de um dia em vinte e quatro horas.

 

- Uso, na agricultura, das fases da lua para o plantio.

 

- Na Matemática, a divisão de uma circunferência em 360 graus. Podemos citar ainda o uso da raiz quadrada e da raiz cúbica.

 

- Conhecimentos e técnicas aplicados à área da arquitetura.

 

- Criação dos doze signos do zodíaco, além da crença nos horóscopos. Acreditavam, assim como muitas pessoas na atualidade, que os astros (planetas e estrelas) podem exercer certas influências em nossas vidas.

 

- Criação do sistema de operações aritméticas: soma, subtração, multiplicação e divisão.

 

- Ainda no campo dos conhecimentos matemáticos, podemos citar a raiz quadrada e a raiz cúbica.

 

- Uso da escrita (criada pelos sumérios) para registrar dados e transações comerciais.

 

- O politeísmo (crença em vários deuses) também influenciou povos posteriores. Também no campo religioso, podemos citar a crença na dualidade e conflito entre divindades do bem e do mal.

 

- O uso das fases da lua como parâmetro para o plantio e colheita na agricultura.

 

Tábua babilônica com informações astronômicas

Tábua babilônica com registro da passagem do cometa Halley em 164 a.C.: os mesopotâmicos observavam muito os astros e fizeram muitas descobertas nesta área.

 

 

 



atualizado em 24/07/2020

 


Por Jefferson Evandro Machado Ramos
Graduado em História pela Universidade de São Paulo - USP (1994).