Economia da Bolívia

Características econômicas da Bolívia, dados econômicos, aspectos da economia boliviana, PIB

Usina de Gás Natural na Bolívia: forte dependência das exportações deste produto
Usina de Gás Natural na Bolívia: forte dependência das exportações deste produto

 

Principais dados da economia da Bolívia

 

Principais setores econômicos: mineração, serviços e agricultura.

 

Moeda: boliviano

 

PIB (nominal): US$ 37,12 bilhões (ano de 2017)

 

PIB per capita: US$ 7.500 (ano de 2017)

 

Posição no ranking econômico mundial: 94ª (em volume de PIB 2017)

 

Taxa de crescimento do PIB: 4,2% (em 2017)

 

Composição do PIB por setor da economia: serviços (50%), indústria (37,4%) e agricultura (13%) - (estimativa 2017)

 

Força de trabalho (em 2017): 5,7 milhões de trabalhadores ativos.

 

Taxa de desemprego: 4% (estimativa 2017)

 

Investimentos: 20,3% do PIB (2017 estimativa)

 

População abaixo da linha de pobreza: 35,5% (estimativa 2017)

 

Taxa de juros do Banco Central: 3% (em maio de 2018)

 

Dívida Pública: 50,9% do PIB (em 2017)

 

Taxa de Inflação: 2,8% (no ano de 2017)

 

Taxa de crescimento da produção industrial: 3,5% (estimativa 2017)


Carga tributária (taxas e impostos): 39,7% do PIB (em 2017).

 

Principais produtos agropecuários produzidos: café, soja, coca, algodão, arroz, milho e cana-de-açúcar.

 

Principais produtos industrializados produzidos: minérios, metais, petróleo, roupas, alimentos processados e tabaco.

 

Principais produtos exportados: gás natural, soja, petróleo bruto e minério de zinco.

 

Principais produtos importados: derivados de petróleo, papel, plástico, alimentos industrializados, aviões e automóveis.

 

Principais parceiros econômicos (exportação): Brasil, Estados Unidos, Japão e Colômbia.

 

Principais parceiros econômicos (importação): Brasil, Argentina, Estados Unidos, Chile e Peru. 

 

Exportações (em 2017): US$ 7,9 bilhões

 

Importações (em 2017): US$ 7,2 bilhões

 

Saldo da balança comercial (em 2017): superávit de US$ 700 milhões.

 

Organizações comerciais que participa: Mercosul, Comunidade Andina e OMC (Organização Mundial do Comércio).