Economia do Panamá

Características econômicas do Panamá, dados econômicos, aspectos da economia panamenha, exportações e importações, petróleo e PIB, balança comercial

Atividades portuárias: um dos destaques da economia panamenha
Atividades portuárias: um dos destaques da economia panamenha

 

Principais dados da economia do Panamá:

 

 

Principais setores econômicos: serviços, atividades portuárias, agricultura (banana, milho, arroz, etc.) e construção civil.

 

Moeda: balboa

 

PIB (nominal): US$ 59,05 bilhões (em 2016)

 

PIB per capita: US$ 24.300 (em 2017)

 

Taxa de crescimento do PIB: 5,3% (em 2017)

 

Posição no ranking econômico mundial: 86º (em volume de PIB 2016)

 

Composição do PIB por setor da economia: serviços (77%), indústria (15,6%) e agricultura (2,5%) - (estimativa 2017)

 

Força de trabalho: 1,65 milhão de trabalhadores ativos (estimativa 2017)

 

Taxa de desemprego: 5,5 % (em 2017)

 

Investimentos: 42,8% do PIB (em 2017 - estimativa)

 

População abaixo da linha de pobreza: 20% (estimativa 2017)

 

Dívida Pública: 38,8% do PIB (2017 - estimativa)

 

Taxa de Inflação: 1,6% (em 2017)

 

Taxa de crescimento da produção industrial: 4,7% (estimativa 2017)

 

Taxas e impostos: 21,3% do PIB (em 2017)

 

Principais produtos agropecuários produzidos: arroz, milho, banana, café, cana-de-açúcar, carne bovina e vegetais.

 

Principais produtos industrializados produzidos: cerveja, cimento e materiais de construção.

 

Principais produtos exportados: frutas, peixe, nozes, madeira e resíduos de ferro e aço.

 

Principais produtos importados: máquinas, veículos e combustíveis e medicamento.

 

Principais parceiros econômicos (exportação): Estados Unidos, Costa Rica, Holanda e China.

 

Principais parceiros econômicos (importação): Estados Unidos, México e China.

 

Exportações (em 2017): US$ 15,5 bilhões

 

Importações (em 2017): US$ 21,2 bilhões

 

Saldo da balança comercial (em 2017): déficit de US$ 15,7 bilhões

 

Organizações comerciais que participa: MCCA e ALADI.