Economia da Venezuela

Características econômicas da Venezuela, dados econômicos, aspectos da economia venezuelana, PIB

Venezuela: crise atual e economia dependente das exportações de petróleo
Venezuela: crise atual e economia dependente das exportações de petróleo

 

Principais dados da economia da Venezuela



Principais setores econômicos: mineração (principalmente petróleo), indústria e agricultura.

 

MoedaBolivar Soberano

 

PIB (nominal): US$ 210,1 bilhões (ano de 2017)

 

PIB per capita: US$ 12.100 (ano de 2017)

 

Taxa de crescimento real do PIB: -14%  (ano de 2017)

 

Posição no ranking econômico mundial: 48º (por volume de PIB 2017)

 

Composição do PIB por setor da economia: serviços (57,4%), indústria (38,2%) e agricultura (4,4%) - (estimativa 2017)

 

Força de trabalho (ano de 2017): 14,2 milhões de trabalhadores ativos.

 

Taxa de desemprego: 26,4% (ano de 2017)

 

Investimentos: 15% do PIB (2017 estimativa)

 

População abaixo da linha de pobreza: cerca de 25% (estimativa 2016)

 

Dívida Pública: 34,9% do PIB (2017 - estimativa)

 

Dívida externa: US$ 103,1 bilhões (em 31 de dezembro de 2017)

 

Taxa de Inflação: cerca de 1.000.000% (estimativa 2018)

 

Taxa de crescimento industrial: -2% (em 2017)

 

Carga tributária (impostos e taxas): 36,2% do PIB (em 2017)

 

Principais produtos agropecuários produzidos: milho, sorgo, cana, arroz, banana, café, peixe, carne bovina e leite.

 

Principais produtos industrializados produzidos: produtos derivados de petróleo, materiais de construção, alimentos processados, tecidos, aço e alumínio.

 

Principais produtos exportados: petróleo e alumínio, bauxita, minerais, produtos químicos e produtos agrícolas.

 

Principais produtos importados: produtos para agricultura, matérias-primas, máquinas e equipamentos, equipamentos de transporte e materiais de construção.

 

Principais parceiros econômicos (exportação): Estados Unidos, Colômbia, Brasil e China.

 

Principais parceiros econômicos (importação): Estados Unidos, Colômbia, China, Brasil e México. 

 

Exportações (ao de 2017): US$ 29,16 bilhões

 

Importações (ano de 2017): US$ 17,75 bilhões

 

Saldo da balança comercial: superávit de US$ 11,41 bilhões (em 2017)

 

Organizações comerciais que participa: Mercosul, OMC e Opep.