Monte Everest

O Everest é uma montanha localizada na Cordilheira do Himalaia. Ela é a montanha mais alta do mundo.

Everest: montanha mais alta do mundo
Everest: montanha mais alta do mundo

 

Localização e informações geográficas 


O Monte Everest é a montanha mais alta do mundo com 8.848 metros de altitude. Está situado no continente asiático, na cordilheira do Himalaia (fronteira do Nepal com o Tibet).

 

Em função da altitude, o cume desta montanha permanece coberto por gelo durante o ano todo. 



O nome do monte é uma homenagem a George Everest (topógrafo da Índia), primeiro homem a estabelecer sua altitude e posição. Este fato ocorreu em 1841 e a montanha foi batizada, primeiramente, com o nome de Pico XV.



O Everest é a montanha que mais desafia os alpinistas, pois representa uma grande dificuldade. Vários alpinistas já morreram ao tentar chegar ao cume da montanha. Mesmo com planejamento, preparo físico e treinamento, a subida apresenta diversas dificuldades: ar rarefeito (baixa quantidade de oxigênio), frio extremo e avalanches de neve. 



No dia 29 de maio de 1953, a expedição anglo-neozelandesa, comandada por John Hunt atingiu o cume do Everest pela primeira vez na história.



Formação geológica do Everest

 

O Monte Everest foi formado por um processo conhecido como tectônica de placas. Cerca de 50 milhões de anos atrás, o subcontinente indiano, que era uma grande ilha flutuando no Oceano Índico, começou uma colisão lenta, mas massiva com a placa continental da Eurásia. Essa colisão é um pouco como o que acontece quando você empurra lentamente um tapete contra uma parede: ele começa a dobrar e se levantar. No caso do Monte Everest, o "tapete" era a crosta terrestre, e a "parede" era a placa da Eurásia. Essa imensa pressão fez a crosta encurvar, dobrar e se elevar para cima, levando à formação do Himalaia, com o Monte Everest como seu ponto mais alto.

Ao longo de milhões de anos, essa colossal montanha continuou a se elevar à medida que a placa indiana seguia empurrando para o norte na placa da Eurásia. O processo continua em andamento, o que significa que o Everest ainda está crescendo, embora muito lentamente. Além disso, o pico do Everest é composto de calcário e mármore, materiais que eram o leito de um antigo mar. Esse detalhe fascinante revela que essa região, agora no topo do mundo, já esteve embaixo do oceano. A transformação de um leito marinho para o ponto mais alto da Terra mostra a natureza dinâmica e sempre mutável da superfície do nosso planeta.




Curiosidades

 

- Junko Tabei foi a primeira mulher a chegar ao topo do Everest. O feito ocorreu no dia 16 de maio de 1975.

 

- Waldemar Niclevicz e Mozart Catão foram os primeiros alpinistas brasileiros a chegar ao topo do Everest. O grande feito ocorreu em 14 de maio de 1995.

 

Foto do Monte Everest no Himalaia

Monte Everest: 8.848 metros acima do nível do mar.