Rio São Francisco

Nascente, dados, extensão, importância econômica, transposição, afluentes, bacia hidrográfica, foto

Rio São Francisco: o rio da integração nacional
Rio São Francisco: o rio da integração nacional

 

Localização e informações geográficas 


O rio São Francisco, popularmente conhecido por “Velho Chico”, nasce na Serra da Canastra (Minas Gerais). Possui uma extensão de 2863 quilômetros e atravessa os estados de Minas Gerais, Bahia, Pernambuco, Sergipe e Alagoas. 



O rio São Francisco desemboca (foz) no Oceano Atlântico (município de Piaçabuçu, Alagoas). Ele possui vários rios afluentes em sua bacia hidrográfica: Abaeté, das Velhas, Paraopeba, Jequitaí, Paracatu, Verde Grande, Urucuia, Carinhanha, Corrente e Grande.



O São Francisco possui uma grande importância econômica na região por onde passa, pois, é usado para navegação (em alguns trechos), irrigação de plantações e pesca. Em função desta importância, existe um projeto do governo federal que pretende fazer a transposição do rio para que as águas possam atingir regiões que sofrem com a seca nordestina.



O rio São Francisco também é uma importante via de transporte de mercadorias na região. Os principais produtos transportados, em embarcações especiais, são: sal, arroz, soja, açúcar, cimento, areia, manufaturados, madeira e alguns minérios. Há também o transporte de turistas, pois o passeio pelo rio é muito procurado.

 

Dados hidrográficos principais:

 

- Caudal médio: 2.940 m³/segundo.

 

- Área da Bacia: cerca de 640 mil quilômetros quadrados.

 

- Altitude da nascente: cerca de 1.200 metros.

 

- Quantidade de cidades por onde passa: 521



Curiosidade

 

O rio São Francisco também é conhecido como rio da integração nacional, pois ele passa por vários estados brasileiros, unindo aspectos de diversas culturas regionais do Brasil.