Hegel: vida, obra e Hegelianismo

Hegel foi um importante filósofo alemão do começo do século XIX. Saiba mais sobre sua vida e obra nesta página.

Hegel: importante filósofo alemão
Hegel: importante filósofo alemão

 

Nome Completo 


Georg Wilhelm Friedrich Hegel

 

Quem foi (biografia resumida) e principais ideias


Hegel foi um importante filósofo alemão do final do século XVIII e começo do século XIX. Foi o fundador do Hegelianismo que se baseava na ideia principal de que a realidade é capaz de ser expressa em categorias reais.

 

Hegel dizia que as concepções filosóficas do passado eram sem vida, não históricas e tendenciosas. Por isso, defendeu a forte ligação entre História e Filosofia. Ele também ressaltou a separação entre Mitologia e Filosofia.

 

Nascimento


Hegel nasceu em 27 de agosto de 1770 em Stuttgard (Alemanha).

 

Morte


Hegel morreu na cidade Berlim (Alemanha) em 14 de novembro de 1831.

 

Áreas de interesse principais:


- Lógica

- Filosofia da História

- Religião

- Metafísica

- Epistemologia

- Filosofia Política

 

Obras Principais


- Fenomenologia do Espírito - 1806

- Ciência da Lógica - 1812-1816

- Enciclopédia das Ciências Filosóficas, 1817-1830

- Elementos da Filosofia do Direito - 1817-1830

 

Exemplos de Frases


- "O racional por sí só é real".

 

- "Tudo o que é racional é real e tudo o que é real é racional".

 

- "O verdadeiro é o todo".

 

- "Nada existe de grandioso sem Paixão".

 

Retrato em litografia de Hegel

Hegel: um dos grandes nomes da filosofia moderna alemã.

 

 

 

HEGELIANISMO

 

O Hegelianismo foi uma corrente filosófica, dos séculos XIX e XX, que tem como base as ideias do filósofo alemão Hegel (Georg Wilhelm Friedrich Hegel). Essa corrente teve grande importância nesse período e vários filósofos, principalmente alemães, foram influenciados por ela. Porém, cabe destacar que o Hegelianismo também fez seguidores na França, Itália, Rússia, EUA e Europa Oriental.

 

Principais características do Hegelianismo:

 

- O Hegelianismo é composto por diversas posições filosóficas.

 

- A crítica da concepção dualista de conceito e objeto.

 

- O pragmatismo ético e a valorização do significado da prática social.

 

- Para o Hegelianismo, a verdade é o todo. Esse todo é entendido em três níveis: ideia (conceito), natureza e espírito.

 

-  A realidade pode ser expressada em segmentos reais.

 

- Crença no idealismo transcendental. Para Hegel e seus seguidores, a realidade é vista e entendida como representações subjetivas, originárias das capacidades cognitivas dos seres humanos.

 

-  O processo de desenvolvimento aplicado à realidade em sua forma mais abstrata.



Exemplos de filósofos hegelianos:

 

- Hegel (fundador)

 

- Karl Marx (filósofo alemão)

 

- Bruno Bauer (filósofo e historiador alemão)

 

- David Strauss (teólogo, escritor e filósofo alemão)

 

- Max Stirner (filósofo alemão)

 

- Ludwig Feuerbach (filósofo e antropólogo alemão)

 

- Johann Philipp Gabler (teólogo e filósofo alemão)

 

- James Hutchison Stirling (filósofo escocês)

 

- William Wallace (filósofo escocês)

 

- Richard Lewis Nettleship (filósofo inglês)

 

- Bertrando Spaventa (filósofo italiano)

 

- Karl Ludwig Michelet (filósofo alemão)

 

- William Torrey Harris (educador e filósofo norte-americano)

 

- Józef Kremer (filósofo polonês)

 

Foto do filósofo Ludwig Feuerbach

Ludwig Feuerbach (1804-1872): exemplo de filósofo hegeliano alemão.

 

 

 



Última atualização: 30/12/2020

Por Jefferson Evandro Machado Ramos
Graduado em História pela Universidade de São Paulo - USP (1994).