Materiais Não Recicláveis - exemplos

Veja uma lista de produtos e materiais que não são recicláveis, exemplos de papéis, metais e vidros que não podem ser reciclados.

Nem todos os materiais podem ser reciclados
Nem todos os materiais podem ser reciclados

 

Introdução (o que são)

 

A reciclagem é um ato de extrema importância nos dias atuais. Além de ajudar na preservação do meio ambiente, gera renda para milhares de pessoas. Porém, por questões técnicas, nem todos os materiais descartados por pessoas ou indústrias podem passar pelo processo de reciclagem. Estes, após passarem por processos industriais, não podem ser reutilizados. Grande parte destes materiais não recicláveis tem como destino o lixo comum.

 

Relação de Materiais Não Recicláveis



VIDROS, CERÂMICAS E SEMELHANTES 


- Vidro de automóveis

- Vidro de janela

- Espelhos

- Cristais

- Lâmpadas (de todos os tipos)

- Vidro de boxe de banheiro

- Vidro temperado

- Ampolas de remédios, vacinas e injeções.

- Cerâmicas, porcelanas, pirex e louças

- Acrílicos

- Boxes temperados

- Lentes de óculos

- Tubo de TV

 

Óculos de armação preta

Lentes de óculos não são recicláveis.

 

 

PAPÉIS


- Papel celofane

- Papel carbono

- Papel Higiênico

- Guardanapos e papel toalha com restos de alimentos

- Papel laminado

- Papel plastificado

- Fraldas descartáveis

- Espuma

- Etiquetas e adesivos

- Fotografias

- Fita Crepe

- Saco de cimento

 

METAIS


- Latas enferrujadas

- Clipes e grampos

- Esponjas de aço

- Latas de tinta, verniz, inseticida e solvente.

- Aerossóis

 

Lata enferrujada

Metais enferrujados não são recicláveis.

 



PLÁSTICOS


- Pote mole de iogurte

 

OUTROS


- Esponja de Limpeza Doméstica

- Espuma Vinílica Acetinada (EVA)

- Embrulho de salgadinho e bala.

- Rolha de Vinho (feita de cortiça)

 

Observações:


 Isopor: este material (espécie de plástico) pode ser reciclado. Porém, muitas empresas que trabalham com reciclagem rejeitam o isopor em função do baixo retorno financeiro que representa.

 

* Pilhas, lâmpadas fluorescentes e baterias, embora não recicláveis, devem ser coletadas separadamente e não descartados com o lixo comum, pois em contato com o meio ambiente podem gerar contaminação do solo e água.

 

Você sabia?

 

- Alguns materiais não podem ser encaminhados para reciclagem em função do risco de contaminação que apresentam. Um caso típico são os materiais utilizados em processos cirúrgicos ou procedimentos médicos. Esses devem ser encaminhados para um tratamento (geralmente incineração) específico, com todos os procedimentos de segurança necessários.

 

 

 



atualizado em 25/10/2020