Consequências da Quebra da Bolsa de Nova York

Resumo dos principais problemas econômicos e sociais gerados pela quebra da bolsa de Nova York em 1929, iniciada nos Estados Unidos

Pergunta e resposta sobre as consequências da crise de 1929
Pergunta e resposta sobre as consequências da crise de 1929

 

Pergunta:

 

Quais foram as principais consequências da Quebra da Bolsa de Nova York  em 1929?

 

Resposta:

 

- A Crise de 1929 (Quebra da Bolsa de Valores de Nova Iorque) se espalhou para vários países do mundo, gerando fortes crises econômicas, desemprego, falências de empresas e problemas sociais. Inclusive o Brasil sofreu sérias consequências econômicas com a diminuição das exportações, principalmente de café.

 

- Nos Estados Unidos, país em que teve início a crise, as consequências foram maiores: milhares de empresas faliram, milhões de norte-americanos ficaram desempregados e a miséria se espalhou por várias cidades do país.

 

- Vários países europeus fizeram leis obrigando a repatriação de capitais, que estavam investidos nos Estados Unidos.

 

- Para diminuir a crise, os Estados Unidos adotaram medidas protecionistas. Esse procedimento prejudicou o comercial mundial, aumentando ainda mais a crise econômica em países que dependiam das exportações para os norte-americanos.

 

- A crise econômica em alguns países da Europa (Itália e Alemanha, por exemplo), favoreceu a ascensão ao poder de grupos políticos de extrema direita, principalmente de caráter fascista. Esses propuseram soluções rápidas para tirar os países da crise e contaram com o apoio de grande parte da população.

 

- Na América Latina, inclusive no Brasil, a crise favoreceu a chegada ao poder de governantes populistas e autoritários. Nesse contexto, podemos citar o governo de Getúlio Vargas no Brasil.


Capa de Jornal dos EUA anunciando a crise de 1929

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Capa de Jornal dos EUA anunciando a Quebra da Bolsa de Valores de Nova Iorque e o início da Crise de 1929.

 

 

________________________

Resposta elaborada por:

Jefferson Evandro Machado Ramos
Graduado em História pela Universidade de São Paulo - USP (1994).

- a pergunta foi enviada por Joana F. Pereira em dezembro de 2019.