Camilo Castelo Branco

Camilo Castelo Branco foi um escritor e romancista português do século XIX.

Camilo Castelo Branco: um dos principais escritores do Romantismo português
Camilo Castelo Branco: um dos principais escritores do Romantismo português

 

Quem foi

 

Camilo Ferreira Botelho Castelo Branco (nome completo) foi um escritor, cronista, dramaturgo e romancista português do século XIX. É considerado um dos principais representantes do Romantismo na Literatura Portuguesa. Sua principal obra foi Amor de Perdição, publicada em 1862.

 

Nasceu na cidade de Lisboa (Portugal) em 16 de março de 1825. Faleceu em Farmalicão (Portugal), aos 65 anos,1 de junho de 1890. Foi casado com a escritora portuguesa Ana Plácido e, com ela, teve dois filhos.

 

Movimento literário que fez parte:

 

- Romantismo (principal)

 

- Realismo

 

Formação acadêmica:

 

- Direito na Universidade do Porto (Portugal)

 

Principais características do estilo literário de Camilo Castelo Branco:

 

- A temática romântica está presente em grande parte de sua obra. Além de romances, escreveu também críticas literárias e textos para teatro.

 

- Algumas de suas obras são romances históricos e outras, obras de caráter humorístico.

 

- Uso, em seus textos, de vocabulário rico e denso.

 

- Apresenta também, em algumas obras, traços do Realismo. Nesse sentido, podemos notar a análise de sentimentos e personalidade de alguns personagens, assim como críticas sociais (principalmente relacionadas à educação) e análises de fatos históricos.


Fografia de Camilo Castelo Branco em 1850

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Principais obras de Camilo Castelo Branco:

 

- Mistérios de Lisboa (1854)

 

- Amor de Perdição (1862)

 

- O livro negro do padre Dinis (1855)

 

- Onde está a felicidade? (1856)

 

- Doze Casamentos Felizes (1861)

 

- Coração, Cabeça e Estômago (1862)

 

- A queda dum anjo (1866)

 

- O Retrato de Ricardina (1868)

 

- O regicida (1874)

 

- Novelas do Minho (1877)

 

- Eusébio Macário (1879)

 

- A brasileira de Prazins (1882)


Capa antiga do livro Amor de Perdição de Camilo Castelo Branco

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Capa antiga do clássico da Literatura Portuguesa Amor de Perdição, de Camilo Castelo Branco.

 

 

 

 

 

 


 

 

 

Artigo publicado em: 26/12/2019 - revisado em 07/09/2020

___________________________________

Por Elaine Barbosa de Souza
Graduada em Letras (Português e Inglês) pela FMU (2002).