Auguste Renoir

Auguste Renoir foi um pintor do impressionismo francês. Saiba mais sobre seu estilo artístico e sua vida neste texto.

Auguste Renoir (autorretrato)
Auguste Renoir (autorretrato)

 

Quem foi

 

Pierre Auguste Renoir foi um importante artista plástico francês do século XIX. Fez parte do Impressionismo e destacou-se por suas lindas pinturas.

 

Biografia resumida

 

Nasceu em 25 de fevereiro de 1841, na cidade francesa de Limoges.

 

Já na infância demonstrou grande interesse pelas artes plásticas. Quando criança trabalhou como decorador em uma indústria de porcelanas em Paris. Com 18 anos, Renoir começou a pintar e decorar persianas, brasões e leques.

 

Em 1862, foi estudar na Academia de Belas Artes. Estudou também na academia do pintor suíço Charles Gabriel Gleyre. Nesta academia conheceu outros artistas famosos da época como, por exemplo, Claude Monet e Alfred Sisley. De Monet, Renoir recebeu influência no tratamento da luz, sendo que o trabalho com as cores foi influência recebida de Delacroix.

 

Sua primeira exposição artística ocorreu em Paris, no ano de 1864. Porém, não conseguiu muito reconhecimento. O reconhecimento veio somente em 1874, durante a primeira exposição de artistas da nova escola impressionista.

 

Em 1870, Renoir alistou-se no exército francês na guerra Franco-Prussiana. Porém, um ano depois, deixou o conflito por motivos de problemas de saúde.

 

Em 1874, sua pintura Le Moulin de la Galette foi reconhecida como uma grande obra de arte impressionista.

 

A carreira artística de Renoir foi consolidada com a exposição individual realizada em Paris, na galeria Durand-Ruel, no ano de 1883. 

 

Os últimos 20 anos de vida, Renoir sofreu com sua saúde. Portador de uma doença articular (artrite), o artista continuou pintando com dificuldades. Amarrava o pincel em seu braço para poder realizar suas obras. Mesmo assim, criou trabalhos ricos e importantes.

 

Morreu em 3 de dezembro de 1919, aos 78 anos, em Cagnes-sur-Mer (cidade no sudoeste da França).

 

Foto de rosto de Auguste Renoir

Foto de Auguste Renoir com 35 anos.




Principais características do estilo artístico:

 

• Seu estilo artístico era marcado pela presença de cores fortes e brilhantes, texturas e linhas harmônicas. Outra importante característica é a presença de pinceladas soltas e ênfase na captura dos efeitos fugazes de luz e cor no mundo natural.

 

• O sentimento lírico é outra característica importante nas obras de Renoir.

 

• Em suas pinturas prevaleceram as formas humanas individuais, grupos de pessoas e paisagens.

 

• Fez pinturas de mulheres, paisagens, nus, temas mitológicos, natureza morta, arte sacra e retratos.

 

• Outra marca registrada do estilo de Renoir é sua capacidade de transmitir uma sensação de movimento e vida.

 

• Uma característica significativa da obra de Renoir é a ênfase na alegria, na sensualidade e na beleza da vida cotidiana.

 

• A principal técnica (meio) de pintura utilizada por Renoir foi a do óleo sobre tela.

 

Lise com sombrinha, obra de Auguste Renoir

Lise com sombrinha (1867), pintura de Auguste Renoir.

 

 

Principais obras de Renoir:

 

- Mulher com sombrinha (1867)

 

- Retrato de Frédéric Bazille (1867)

 

- O passeio (1870)

 

- Mulher com seu periquito (1870)

 

- O Camarote (1874)

 

- A bailarina (1874)


- The Skiff (1875)

 

- Le Moulin de la Galette (1876)

 

- Madame Georges Charpentier e suas filhas (1878)

 

- Retrato da atriz Jeanne Samary (1878)

 

- Remadores em Chatou (1879)

 

- Elizabeth e Alice de Anvers (1881)


- O almoço dos barqueiros (1881)


- Rosa e Azul (1881)


- As duas irmãs (1881)

 

- A dança em Bougival (1883)

 

- Mulher sentada à beira-mar (1883)

 

- Mulher amamentando (1886)


- Os guarda-chuvas (1886)

 

- As grandes banhistas (1887)

 

- Aline e Pierre (1887)

 

- Menina com espigas (1888)

 

- Menina jogando criquet (1892)

 

- Ao piano (1893)

 

- Odalisca (1904)

 

- Retrato de Claude Renoir (1908)

 

- Banhista enxugando a perna direita (1910)

 

Mulher sentada à beira mar, obra de Renoir

Mulher sentada à beira-mar (1883), obra de Renoir.

 

 

Pintura de uma mulher branca, vestindo um vestido preto e segurando na mão um periquito amarelo.

Mulher com seu periquito (1870)

 

 

Qual a importância de Renoir para as Artes Plásticas?

 

Pierre-Auguste Renoir é, sem dúvida, uma das figuras mais significativas no mundo das artes plásticas. Como figura central do movimento impressionista, o uso inovador de Renoir de cores vibrantes e saturadas e sua capacidade única de capturar os efeitos fugazes da luz moldaram significativamente a trajetória da arte moderna. Seu trabalho mudou o foco dos estilos acadêmicos tradicionais para impressões pessoais mais espontâneas do mundo.

 

A ênfase distinta de Renoir na figura humana e no retrato, capturada em sua representação de pessoas comuns e cenas cotidianas, trouxe uma nova perspectiva para a comunidade artística. Sua capacidade de imbuir experiências comuns com uma sensação de alegria, beleza e vitalidade elevou a importância desses assuntos nas artes plásticas. Além disso, seu trabalho desempenhou um papel crucial na democratização do assunto na arte, afastando-se de temas históricos ou mitológicos para se concentrar na beleza da vida cotidiana. Assim, o legado artístico de Renoir teve um impacto profundo e duradouro no desenvolvimento e evolução das artes plásticas.

 

 



Atualizado em 09/06/2023

Por Jefferson Evandro Machado Ramos
Graduado em História pela Universidade de São Paulo - USP (1994).