Interação Ecológica

O que é, tipos e exemplos de interações ecológicas

Orquídea num tronco de árvore: exemplo de interação ecológica.
Orquídea num tronco de árvore: exemplo de interação ecológica.

 

Introdução


Estabelecer uma interação ecológica com outro ser é mandatório para qualquer ser vivo. Indivíduos vivos compartilham espaço e recursos com outros. Ao se conscientizar do fato de que um ser faz parte do ambiente de outro, Ernest Haeckel cunhou o termo ecologia (ökologie em alemão).


A ecologia se transformou em uma ciência extensa. Entre os vários assuntos tratados por ela estão as interações ecológicas, ou seja, as interações entre organismos vivos.



Características principais


Uma interação ecológica pode ser classificada em dois grupos principais. Estar em um deles depende do fato de um ou ambos componentes que interagem conseguirem:


- Benefícios - interações harmônicas


- Prejuízos - interações antagônicas


Entre as interações ecológicas harmônicas estão o mutualismo e o comensalismo, enquanto entre as antagônicas estão a predação, o parasitismo e a competição. A definição e exemplos em cada uma delas está abaixo:


Mutualismo: organismos de espécies diferentes beneficiam um ao outro. Exemplo: árvores Acacia oferecem sítios e néctar para as formigas e essas predam insetos prejudiciais às árvores.


Comensalismo: Um organismo se beneficia, mas os seus ganhos não implicam em benefício ou malefício para outro organismo. Exemplo de comensalismo: bromélias e orquídeas se fixam nos troncos de árvores ganhando sombra e umidade sem causar prejuízo.


Predação: Organismo consume indivíduos, o que resulta na morte desses. Em sentido mais amplo, inclui também a remoção de partes (folhas, flores, sementes) da vítima. Exemplo: jacaré obtém alimento após capturar e matar peixes.


Parasitismo: Organismo (parasita) se beneficia consumindo partes de uma presa viva (hospedeiro). Exemplo: pulga consegue energia através da sucção do sangue de mamíferos, enquanto esses perdem nutrientes.


Competição: O interesse de um organismo está em conflito com o interesse do outro. Isso resulta, para ambos, um ou mais dos seguintes malefícios: menor sobrevivência, mais mortalidade, menor tamanho corporal e menor fecundidade.


Curiosidade ecológica:


Na Austrália foi introduzido o cacto mexicano Opuntia, cuja população se expandiu demais. Ela foi controlada com a soltura proposital de mariposas cujas larvas devoram os brotos. Isso mostra como a investigação de um tipo de interação ecológica ensina sobre controle biológico.


Pulga na pele de um cachorro

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Pulga na pele de um cachorro: exemplo de parasitismo (interação ecológica antagônica).

 

 

 

Artigo publicado em: 26/02/2020
_________________________________

Por Milene Moura Martins
Graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Minas Gerais,  mestrado pela UNESP e doutorado em Zoologia pela Universidade de São Paulo.