Revolta de Juazeiro

O que foi, resumo, história, causas e antecedentes, quando ocorreu, sedição de Juazeiro, consequências

Revolta de Juazeiro: o sertão nordestino contra o governo federal.
Revolta de Juazeiro: o sertão nordestino contra o governo federal.

 

O que foi

 

Foi uma revolta de caráter popular liderada por coronéis da região de Juazeiro (CE), em 1914, contra a interferência do governo federal. Teve como líderes o padre Cícero Romão Batista e Floro Bartolomeu da Costa.



Antecedentes e causas principais


Durante a Primeira República, a política brasileira era comandada pelos grupos oligárquicos. Em 1914, porém, o governo do marechal Hermes da Fonseca criou a “política das salvações”, que permitia ao governo central interferir na política dos estados e impedir que opositores ocupassem cargos como o da direção do estado. Como resultado, as oligarquias de oposição eleitas do Ceará foram impedidas de ocupar o governo, causando insatisfação entre os políticos.



Sedição de Juazeiro e principais consequências


Nesse período, o coronel Marcos Franco Rabelo, interventor nomeado pelo governo nacional, perseguiu o Padre Cícero, destituindo-o de seus cargos e ordenando sua prisão. A medida foi reprovada por grupos oligárquicos do Ceará, que, liderados por Floro Bartolomeu, organizaram um batalhão de jagunços e romeiros em defesa do padre, cercando a cidade. Após a deposição do interventor, Hermes da Fonseca convocou novas eleições, que elegeram Benjamim Barroso como governador e o Padre Cícero como vice.
Pelo envolvimento no evento político, Padre Cícero foi excomungado pela Igreja Católica no fim da década de 1920.



Fontes:


https://atlas.fgv.br/verbetes/sedicao-de-juazeiro


https://pt.wikipedia.org/wiki/Sedi%C3%A7%C3%A3o_de_Juazeiro