Guerras Medievais

A Idade Média foi marcada por muitas guerras entre reinos e até mesmo entre feudos.

Cena de uma guerra medieval
Cena de uma guerra medieval

 

Introdução



Durante a Idade Média (século V ao XV), a Europa foi palco de inúmeras guerras sangrentas que levaram a morte para milhares de pessoas.



Principais causas


Estas guerras aconteciam por diversos motivos: disputas territoriais, saques, questões políticas, rivalidades familiares e aumento de poder.



Importância



As guerras eram tão importantes na sociedade medieval que a nobreza militarizada, principalmente a cavalaria, tinha uma posição de destaque nos feudos e reinos. Os guerreiros possuíam grande importância e prestígio social e econômico. Preparavam-se desde a infância para serem guerreiros eficientes, leais e corajosos.



Principais características:



Estas guerras aconteciam entre feudos (unidade territorial típica da Idade Média), reinos e até mesmo religiões. Neste último caso, podemos citar as Cruzadas, que foram batalhas entre cristãos e muçulmanos. Também ocorreram muitas guerras entre reinos.

As relações de vassalagem e suserania mobilizavam grandes contingentes de cavaleiros e guerreiros para as guerras.

 

As guerras envolviam a utilização de vários armamentos. Entre os pessoais, podemos citar espada, elmo, armadura e escudo (principais armamentos de um guerreiro). O cavalo era o meio de transporte usado para o deslocamento durante as batalhas.



Além dos instrumentos pessoais, podemos citar a catapulta (mecanismo usado para arremessar pedras ou objetos incandescentes). Esta arma era muito usada na invasão dos castelos.

 

Batalha de Azincourt na Guerra dos Cem Anos

Batalha de Azincourt na Guerra dos Cem Anos: conflito militar entre os reinos da Inglaterra e França.

 



Castelos Medievais: verdadeiras fortalezas militares


Os castelos medievais (residência dos nobres) eram construídos para servirem de fortalezas nas batalhas. Possuíam torres de proteção, armadilhas e saídas secretas, que garantiam a fuga do nobre e sua família em momentos de invasão do castelo.

 

 

As principais guerras da Idade Média:

 

- Guerra dos Cem Anos (entre 1337 e 1453): entre os reinos da França e Inglaterra.


- Guerras Anglo-Galesas (entre 1277 e 1283): conflitos entre a Inglaterra e o País de Gales, que resultaram na conquista completa do País de Gales pela Inglaterra.


- Guerras Hussitas (entre 1419 e 1434): conflitos religiosos na Boêmia, que envolveram seguidores do reformador religioso Jan Hus (pensador e reformador religioso tcheco) e foram um fator importante para o início da Reforma Protestante.



- Guerra das Duas Rosas (entre 1455 e 1485): a guerra ocorreu entre as casas de Lancaster e York na Inglaterra, que levou à ascensão da dinastia Tudor.



- Guerra dos Pequenos Estados (entre 1353 e 1480): vários conflitos entre as cidades-estado italianas durante a Baixa Idade Média, que teve um grande impacto no desenvolvimento da arte e da cultura na Itália.




Curiosidades históricas:

 

- Em 1066, na Batalha de Hastings, os normandos liderados por Guilherme II (Duque da Normandia), conquistaram a Normandia (região histórica localizada no Noroeste da França).


- A Guerra dos Cem Anos foi a mais longa de toda a Idade Média. Ocorreu entre os anos de 1337 e 1453, envolvendo os reinos da França e Inglaterra.

 

Pintura mostrando o cerco de um castelo durante uma guerra na Idade Média

Pintura mostrando o cerco de um castelo durante uma guerra na Idade Média.

 

 




Por Jefferson Evandro Machado Ramos
Graduado em História pela Universidade de São Paulo - USP (1994).