Cangaceiros

Os cangaceiros eram homens que andavam em bandos armados pelo Nordeste no começo do século XX.

Foto do cangaceiro Lampião: conhecido como rei do cangaço
Foto do cangaceiro Lampião: conhecido como rei do cangaço

 

Definição (quem eram)

 

Os cangaceiros eram homens que andavam armados e em bandos pelo sertão nordestino nas primeiras décadas do século XX.

 

Regras que seguiam e como agiam

 

Tinham suas próprias regras de conduta e suas próprias leis. Vagavam de um local para o outro (não possuíam residência fixa), vivendo de saques e doações. Eles eram temidos pelas pessoas e espalhavam o medo por onde passavam. Frequentemente enfrentavam as forças policiais do governo.

 

Características das roupas que usavam

 

Os cangaceiros usavam roupas e chapéus de couro, pois andavam muito pela caatinga (bioma típico do sertão nordestino). Este tipo de vegetação possui muitos espinhos e esta roupa fornecia proteção aos cangaceiros.

 

Bandos e principais líderes

 

Existiram vários bandos de cangaceiros, porém o mais conhecido foi o liderado por Lampião (conhecido como o "rei do cangaço"). Outros cangaceiros conhecidos deste período foram Antônio Silvino e Corisco (Diabo Louro).

 

Fim dos cangaceiros 

 

Os cangaceiros começaram a desaparecer do cenário nordestino durante o governo Vargas. No final da década de 1930, o governo federal intensificou o combate aos cangaceiros. Lampião e seus companheiros, por exemplo, foram executados em 1938.

 

Corisco, outro importante cangaceiro.

Corisco, também conhecido como Diabo Louro, (1907 -1940), outro importante cangaceiro nordestino.

 

 

O cangaceiro Lampião ao lado de sua esposa Maria Bonita

O cangaceiro Lampião ao lado de sua esposa Maria Bonita.

 

 

 

 

 



Última revisão: 21/09/2020

Por Jefferson Evandro Machado Ramos
Graduado em História pela Universidade de São Paulo - USP (1994).