Goethe: vida e obra

Goethe foi um escritor do romantismo alemão.

Goethe: importante representante da literatura alemã
Goethe: importante representante da literatura alemã


Quem foi


Johann Wolfgang Von Goethe foi um importante romancista, dramaturgo, teórico de arte, diplomata e filósofo alemão. É considerado um dos principais escritores da literatura alemã e do Romantismo europeu. Sua principal obra foi Fausto, publicada em 1806 (parte I) e 1832 (parte II).

 

Biografia resumida


Goethe nasceu na cidade de Frankfurt (Alemanha) em 28 de agosto de 1749.


Goethe era formado em Direito e chegou a atuar como advogado por pouco tempo. Como sua paixão era a literatura, resolveu dedicar-se a esta área. Fez parte de dois movimentos literários importantes: romantismo e expressionismo. Apresentou também um grande interesse pela pintura e desenho.

 

Em 1776, assumiu o posto de conselheiro e oficial da corte de Carlos Augusto, duque de Saxe-Weimar-Eisenach.

 

Casou-se com a artista têxtil alemã Christiane Vulpius e com ela teve um filho chamado August von Goethe.



No ano de 1786 foi para a Itália, onde morou por dois anos. Neste período escreveu importantes obras como, por exemplo, Torquato Tasso (drama), Ifigênia em Taúrides (peça de teatro) e as Elegias Romanas.



Porém, sua grande obra foi o poema Fausto, escrito em 1806. Baseada numa lenda, esta obra relata a vida de Dr. Fausto, que vendeu a alma para o diabo em troca de prazeres terrenos, riqueza e poderes ilimitados.



Em 1806, casou-se com Christiane Volpius, que faleceu dez anos depois.

 

Faleceu em Weimar, aos 82 anos, no dia 22 de março de 1832.

 

 

Retrato pintado do escritor Goethe

Johann Wolfgang von Goethe (1828): pintura de Joseph Karl Stieler.

 

 

Características do estilo e gênero literário:

 

• Escreveu romances, peças de teatro, poemas, textos autobiográficos e reflexões e análises sobre temas artísticos, naturais e literários.


• Combinação de trama dramática com pensamento intelectual.

 

• Linguagem tipicamente germânica tradicional.

 

• A linguagem usada por Goethe beira a perfeição, variando de uma beleza lírica simples em seus poemas a diálogos complexos e estratificados em suas peças

 

• Classicismo de Weimar (busca pela imitação do classicismo grego).

 

• Escreveu também sobre temas científicos. Defendia uma nova explicação para a teoria das cores, em oposição à defendida por Isaac Newton. Demonstrou também grande interesse por botânica e pela origem das formas de vida (animal e vegetal). Alguns pesquisadores afirmam que seus estudos abriram caminho para o darwinismo e evolucionismo (teoria da Evolução das Espécies).

 

• "Fausto" de Goethe é uma de suas obras mais renomadas, incorporando temas de ambição, a busca pelo conhecimento e a luta entre o bem e o mal. Esta obra é notável por suas caracterizações complexas e profundidade filosófica.



Principais obras de Goethe:


- Götz von Berlichingen - 1773 (peça de teatro)


- Clavigo - 1774 (peça de teatro)


- Prometeu - 1774 (poema)


- Os Sofrimentos do Jovem Werther - 1774 (romance)


- Egmont - 1775-1788 (peça de teatro, drama)


- Ifigênia em Taúrides - 1779 (drama)


- Torquato Tasso - 1780 (drama)

- O rei dos Elfos - 1782 - poema


- Reineke Raposo - 1793 - (obra épica)


- Xenien (em conjunto com Friedrich Schiller) - 1796


- O Aprendiz de Feiticeiro -1797 (poema)


- Fausto (Parte I) - 1806 (peça de teatro)


- As afinidades eletivas - 1809 (romance)

 

- Teoria das Cores - 1810 (escrito científico)


- Hermann e Dorothea - 1798 (poesia)


- Os Anos de Aprendizado de Wilhelm Meister - 1807 (romance)


- Fausto (Parte II) - 1832 (peça de teatro)


- Viagem à Itália (não ficção)



Exemplos de Frases de Goethe:


- "A idade não nos torna adultos. Não! Faz de nós verdadeiras crianças".


- "Todas as coisas no mundo são metáforas".


- "A igualdade nos faz repousar. A contradição é que nos torna produtivo".


- "Coloquei a minha casa sobre o nada, por isso todo o mundo é meu".


- "A alegria não está nas coisas: está em nós".


- "A natureza do amor tem sempre algo de impertinente".


- "Ninguém é mais escravo do que aquele que se considera livre sem o ser".


- "O que cantamos em companhia vai de cada coração aos demais corações".

 
- "Um homem de valor nunca é ingrato".


- "O homem deseja tantas coisas, e, no entanto precisa de tão pouco".


- "Quando tiveres cumprido o teu dever, resta-te ainda outro: mostra-res-te satisfeito".

 

Goethe retratado numa pintura

Goethe na Campagna (1787): pintura de Johann Heinrich Wilhelm Tischbein.

 

 

Fausto: sua grande e magnífica obra literária

 

Fausto é uma peça teatral trágica dividida em duas partes, frequentemente considerada como uma das mais importantes obras da literatura alemã. A história gira em torno de Dr. Fausto, um erudito desiludido com os limites das formas tradicionais de conhecimento e ansiando por uma compreensão mais profunda da vida e do universo. Em sua busca por conhecimento e experiência supremos, Fausto faz um pacto com Mefistófeles, um representante do diabo. Em troca de conhecimento ilimitado e prazeres mundanos, Fausto concorda em entregar sua alma a Mefistófeles após a morte. Esse pacto estabelece o palco para a exploração de vários temas, como a busca pela iluminação, a luta entre o bem e o mal e o anseio humano por significado e realização.



Em "Fausto, Parte I", o foco está no tumulto emocional e psicológico de Fausto, seu romance trágico com Gretchen e as implicações morais de suas escolhas. Esta parte combina elementos de amor, tragédia e luta moral, culminando em um clímax dramático e trágico.

 

"Fausto, Parte II", escrita muito mais tarde na vida de Goethe, é mais filosófica e abstrata, explorando uma ampla gama de cenários e ideias, desde a corte do Imperador do Sacro Império Romano até reinos míticos e alegóricos. Ela lida com temas de redenção, o valor do empreendimento humano e a reconciliação de opostos. A peça conclui com a redenção de Fausto, pois a interpretação de Goethe permite a possibilidade de graça e salvação, mesmo para uma alma tão conturbada e conflituosa quanto a de Fausto.

 

Desenho ilustrativo mostrando o Dr Fausto fazendo um acordo com Mefistófeles

Dr. Fausto fazendo um acordo com Mefistófeles: um dos principais momentos da obra "Fausto".

 

 




Por Elaine Barbosa de Souza
Graduada em Letras (Português e Inglês) pela FMU (2002).