Expressionismo

O Expressionismo foi um movimento artístico que surgiu na Europa no final do século XIX e chegou ao Brasil.

Pintura expressionista de George Grosz
Pintura expressionista de George Grosz

 

Origem e contexto

 

Em oposição ao Impressionismo, o Expressionismo surge no final do século XIX com características que ressaltam a subjetividade. Seu marco ocorreu na Alemanha, onde atingiu vários pintores num momento em que o país atravessava um período de guerra.

 

Além das Artes Plásticas, o Expressionismo se desenvolveu em outras áreas como, por exemplo, Arquitetura, Design, Literatura, Música, Teatro e Cinema.

 

As características mais importantes do Expressionismo são:

 

- Neste movimento, a intenção do artista é de recriar o mundo e não apenas a de absorvê-lo da mesma forma que é visto. Aqui ele se opõe à objetividade da imagem, destacando, em contrapartida, o subjetivismo da expressão.

 

- As obras de arte expressionistas mostram o estado psicológico e as denúncias sociais de uma sociedade que se considerava doente e na carência de um mundo melhor. Pode-se dizer que o Expressionismo foi mais que uma forma de expressão, ele foi uma atitude em prol dos valores humanos num momento em que politicamente isto era o que menos interessava. 

 

- Os contrastes e as cores vibrantes e fortes são duas importantes características expressionistas nas artes plásticas.

 

- Presença de camadas de tintas grossas e ásperas nas telas dos pintores.

 

- Temas sombrios e trágicos foram muito retratados nas obras de artes expressionistas.

 

- A realidade é, muitas vezes, apresentada pelo artista numa perspectiva deformada.

 

Obra de arte A igreja de Auvers-sur-Oise de Van Gogh

A igreja de Auvers-sur-Oise (1890): obra expressionista de Vincent Van Gogh.

 

 

O Grito de Edvard Munch, obra do expressionismo

O Grito (1893) de Edvard Munch: uma das obras mais conhecidas do Expressionismo.




Expressionismo em outros campos artísticos

 

Além de sua forte manifestação na pintura, o expressionismo foi marcante também em outras manifestações artísticas, tais como: literatura, cinema, teatro, etc. Na literatura, há muitas obras que refletem a crise de consciência que tomou conta da sociedade antes e depois da Primeira Guerra Mundial.



Expressionismo abstrato

 

Na década de 40, surge o expressionismo abstrato, este movimento foi criado em Nova York por pintores como Jackson Pollock, David Smith, de Kooning e Mark Rothko. Aqui os estilos eram bem variados e buscavam a liberação dos padrões estéticos que até então dominavam a arte norte-americana. 

 

Cubi VI, escultura abstrata de David Smith

Cubi VI (1963): exemplo de obra do expressionismo abstrato. Escultura do artista David Smith.

 

 

PRINCIPAIS ARTISTAS EXPRESSIONISTAS

 

 

Nas Artes Plásticas (pintores e escultores)


- Ernst Barlach


- Wilhelm Lehmbruck


- Käthe Kollwitz


- Ernst Ludwig Kirchner


- Erich Heckel


- Karl Schmidt-Rottluff


- Emil Nolde


- Otto Mueller


- Max Pechstein


- Wassily Kandinsky


- Franz Marc


- August Macke


- Alexej von Jawlensky


- Lyonel Feininger


- Gabriele Münter


- Alfred Kubin


- Marianne von Werefkin


- Georg Grosz


- Otto Dix


- Conrad Felixmüller


- Amedeo Modigliani


- Marc Chagall


- Paul Klee


- Georges Rouault


- Mark Rothko


- Egon Schiele


- Chaïm Soutine


- Max Beckmann


- Jackson Pollock

- Hans Hofmann


- James Ensor


- Julio González


- David Siqueiros

 

Franz Marc, pintor expressionista alemão

Franz Marc: importante pintor expressionista alemão.

 

Na Literatura


- Kurt Hilher


- Georg Büchner


- Frank Wedekind


- August Strindberg


- Franz Werfel


- Man Ray


- Georg Trakl

 

Teatro


- Bertolt Brecht


- Georg Kaiser


- Fritz von Unruh


- Reinhard Sorge


Na Música

 

- Richard Strauss

- Arnold Schönberg


- Anton Webern


- Alban Berg

 

No Cinema


- Robert Wiene


- Friedrich Wilhelm Murnau


- Fritz Lang

 

 

 

Exemplos de pinturas do Expressionismo:

 


- A dança da vida (1899-1900) de Edvard Munch.


- Mulheres de Taiti na Praia (1891) de Paul Gauguin.


- A Entrada de Cristo em Bruxelas (1888) de James Ensor.


- Cena de rua em Berlim (1914) de Ernst Ludwig Kirchner.


- Duas mulheres (1914) de Karl Schmidt-Rottluff.


- A última ceia (1909) de Emil Nolde


- Cristo (1909) de Emil Nolde.


- Moinho de Vento em Dangast (1909) de Erich Heckel.


- Moscou I (1916) de Wassily Kandinsky.


- Fazenda na França (1916) de Otto Mueller.


- Hammamet com mesquita (1914) de Paul Klee.


- O naufrágio do Titanic (1913) de Max Beckmann.


- Natureza morta (1916) de Chaïm Soutine.

 


EXEMPLOS DE IMAGENS DE OBRAS EXPRESSIONISTAS (REPRODUÇÃO):

 

Moinho de Vento em Dangast, obra de Erich Heckel
Moinho de Vento em Dangast, obra de Erich Heckel

 

 

 

Cena de rua em Berlim, obra de Ernst Ludwig Kirchner

Cena de rua em Berlim, obra de Ernst Ludwig Kirchner.

 



Cristo, obra de Emil Nolde

Cristo, obra de Emil Nolde.

 

 

 

Fazenda na França (1916) de Otto Mueller.

Fazenda na França, obra de Otto Mueller.

 

 

Casa Branca, obra do pintor Chaïm Soutine

Casa Branca (1918), obra do pintor surrealista Chaïm Soutine.

 

 

Pompeia, pintura abstrata de Hans Hofmann

Pompeia (1959), pintura abstrata de Hans Hofmann.

 

 

Noite, obra de Max Beckmann

Noite (1918-1919), obra de Max Beckmann.



Nosso jardim com canteiro de flores, pintura de August Macke

Nosso jardim com canteiro de flores (1911), pintura de August Macke.

 

 

O cantor, escultura de Ernst Barlach

O cantor (1928), escultura do artista plástico alemão Ernst Barlach.

 

 

EXPRESSIONISMO NO BRASIL

 

Em nosso país o movimento também foi importante. Podemos destacar, nas artes plásticas, os artistas expressionistas mais importantes: Candido Portinari, que retratou em suas telas a migração do povo nordestino para as grandes cidades e a vida dos agricultores, operários e desfavorecidos.

 

Outros representantes do expressionismo brasileiro: 

 

- Anita Malfatti - pode ser considerada a artista que introduziu as vanguardas europeias em território brasileiro. Retratou em suas obras retratos nus, cenas populares cotidianas e paisagens. Usou cores fortes e violentas em suas obras.

 

- Lasar Segall - é considerado o primeiro artista a introduzir o expressionismo alemão em território sul-americano. Uma de suas obras mais conhecidas é "Emigrante Navio" de 1939.

 

- Osvaldo Goeldi (autor de diversas gravuras). 

 

- As peças teatrais de Nélson Rodrigues apresentam significativas características do expressionismo.

 

 



Última atualização: 20/09/2021

Por Jefferson Evandro Machado Ramos
Graduado em História pela Universidade de São Paulo - USP (1994).