Platão

Platão foi um dos mais importantes filósofos da Grécia Antiga. Saiba mais sobre sua vida, ideias e obras no texto abaixo.

Platão: importante filósofo grego da antiguidade
Platão: importante filósofo grego da antiguidade

 

Quem foi

 

Platão foi um dos mais importantes filósofos da Grécia Antiga. É considerado um dos principais pensadores gregos, pois influenciou profundamente a filosofia ocidental.

 

Biografia resumida e principais obras

 

Este importante filósofo grego nasceu em Atenas, provavelmente em 427 a.C . 

 

Filho de uma família de aristocratas, começou seus trabalhos filosóficos após estabelecer contato com outro importante pensador grego: Sócrates. Platão torna-se seguidor e discípulo de Sócrates. Em 387 a.C., fundou a Academia, uma escola de filosofia com o propósito de recuperar e desenvolver as ideias e pensamentos socráticos. Convidado pelo rei Dionísio, passa um bom tempo em Siracusa, ensinando filosofia na corte.

 

Ao voltar para Atenas, passa a administrar e comandar a Academia, destinando mais energia no estudo e na pesquisa em diversas áreas do conhecimento: ciências, matemática, retórica (arte de falar em público), além da filosofia. Suas obras mais importantes e conhecidas são: Apologia de Sócrates, em que valoriza os pensamentos do mestre; O Banquete, fala sobre o amor de uma forma dialética e A República, em que analisa a política grega, a ética, o funcionamento das cidades, a cidadania e questões sobre a imortalidade da alma.

 

Platão faleceu em Atenas em 347 a.C. ou 348 a.C.

 

Principais ideias de Platão

 

Suas ideias baseiam-se na diferenciação do mundo entre as coisas sensíveis (mundo das ideias e a inteligência) e as coisas visíveis (seres vivos e a matéria).

 

Platão valorizava os métodos de debate e conversação como formas de alcançar o conhecimento. De acordo com Platão, os alunos deveriam descobrir as coisas superando os problemas impostos pela vida. A educação deveria funcionar como forma de desenvolver o homem moral. A educação deveria dedicar esforços para o desenvolvimento intelectual e físico dos alunos. Aulas de retórica, debates, educação musical, geometria, astronomia e educação militar. Para os alunos de classes menos favorecidas, Platão dizia que deveriam buscar em trabalho a partir dos 13 anos de idade. Afirmava também que a educação da mulher deveria ser a mesma educação aplicada aos homens.

 

Outra ideia importante defendida por Platão foi a divisão do mundo em duas partes: o mundo sensível e o mundo inteligível. O mundo inteligível é o mundo superior, pois é o do conhecimento e da sabedoria. Já o mundo sensível é aquele em que nos relacionamos através dos nossos cinco sentidos. Portanto, esse é o que vivemos de forma material, é o mundo das aparências. Platão considerava esse mundo sensível inferior, pois nossos sentidos podem nos induzir a falhas, já que ele não nos permite conhecer o que de perfeito no mundo inteligível. Essa teoria do Platão ficou conhecida como Dualismo Platônico e, pode ser entendida melhor no Mito da Caverna, criado pelo próprio filósofo.

 

Exemplos de frases de Platão

 

- "O belo é o esplendor da verdade".

 

- "O que mais vale não é viver, mas viver bem".

 

- "Vencer a si próprio é a maior de todas as vitórias".

 

- "O amor é uma perigosa doença mental".

 

- "Praticar injustiças é pior que sofrê-las".

 

- "A harmonia se consegue através da virtude".

 

- "Teme a velhice, pois ela nunca vem só".

 

- "Uma vida não questionada não merece ser vivida".

 

- "A educação deve possibilitar ao corpo e à alma toda a perfeição e a beleza que podem ter".

 

Curiosidade:

 

- Platão foi o primeiro a descrever o Mito de Atlântida. As referências a esse mito aparecem, em citações, nas obras Timeu e Crítias. Provavelmente, foram escritas por volta de 335 a.C.

 

Platão com seu discípulo Aristóteles

Platão (esquerda) com seu discípulo Aristóteles (direita): Platão aponta para cima (reino dos céus e das ideias). Obra: A Escola de Atenas (1510) de Rafael Sanzio.

 


 

 


 

 

Última atualização: 14/01/2021


Por Jefferson Evandro Machado Ramos
Graduado em História pela Universidade de São Paulo - USP (1994).