Harriet Martineau

Harriet Martineau foi uma socióloga e ativista feminista britânica do século XIX.

Harriet Martineau: feminista e primeira socióloga da História
Harriet Martineau: feminista e primeira socióloga da História

 

Quem foi

 

Harriet Martineau foi uma escritora, economista, ativista feminista e socióloga britânica do século XIX. Ela ficou conhecida como a “primeira mulher socióloga” e ganhou notoriedade por defender os direitos das mulheres.

 

Nasceu em 1802 e faleceu, aos 74 anos de idade, em 27 de junho de 1876, na cidade de Ambleside (Inglaterra).

 

Principais ideias defendidas e temas abordados em suas obras

 

Martineau começou sua carreira, na área de Sociologia, com a redação e publicação de um artigo intitulado “Sobre a educação feminina”, em que denunciou o fato de não poder estudar na universidade, como seus irmãos homens.

 

Escreveu 35 obras e mais de mil artigos. Seus livros mais conhecidos são aqueles que falam sobre política e economia, assuntos que eram tratados, na Inglaterra da primeira metade do século XIX, apenas pelos homens.

 

Em 1834, ela viajou para os Estados Unidos, onde apoiou ativamente o movimento abolicionista (pelo fim da escravidão) do país.

 

Foi uma crítica da diferença com que meninos e meninas eram educados. De acordo com sua visão, os meninos e as meninas deveriam ser educados de forma equivalente. Num artigo denominado “Educação das mulheres”, defendeu a ideia de que as supostas diferenças entre a participação de homens e mulheres na sociedade era resultado da discriminação educativa.

 

Numa de suas principais obras, denominada “Como observar a moral e os costumes”, analisou e articulou os princípios e métodos da investigação social e empírica.

 

Martineau também fez estudos nas áreas de religião, relações familiares, suicídio, caráter nacional, divisão do trabalho, relações entre instituições e indivíduos, situação social da mulher, entre outras.



Retrato pintado de Harriet Martineau
Harriet Martineau (retrato pintado pelo pintor inglês Richard Evans)

 

 

Principais obras:

 

- Ilustrações de economia política (1832)


- Como observar a moral e os costumes (1838)


- Sociedade na América (1837)


- A hora e o homem (1841)


- Os meninos Crofton (1841)


- Vida oriental (1848)


- Educação domiciliar (1849)


- Cartas da Irlanda (1852)


- Inglaterra e seus soldados (1859)


- Autobiografia de Harriet Martineau (1877)

 

 

 



atualizado em 30/11/2020