Homem de Neandertal

O Homem de Neandertal foi uma espécie humana extinta.

Crânio de um Homem de Neandertal
Crânio de um Homem de Neandertal


O que foi

 

O Homem de Neandertal (Homo Neanderthalensis) foi um hominídeo que viveu na Pré-História entre, aproximadamente, 400 mil a 30 mil anos atrás.

 

Seu nome deriva da região em que foi encontrado o primeiro fóssil da espécie: Vale do Ander (região da atual Alemanha). Esse local comprova que essa espécie, que surgiu no continente africano, se deslocou para a Europa. Foram também encontrados fósseis em regiões do Oriente Médio.


Principais características e como viviam:

 

- Seu crânio era de grande dimensão (em comparação com outros hominídeos).

 

- Eles possuíam uma vida adaptada a regiões de clima frio.

 

- Usavam peles de animais como roupas.

 

- Fabricavam ferramentas e armas de caça com pedras, madeira e ossos.

 

- Habitavam cavernas, locais em que deixaram vários registros nas paredes, conhecidos como arte rupestre.

 

- Os neandertais conseguiram desenvolver a técnica de produzir e usar o fogo.

 

- Cuidavam dos doentes do grupo.

 

- Se alimentavam, principalmente, da carne de animais caçados: renas, mamutes, javalis, veados, ibex e até auroques (espécie de boi selvagem pré-histórico). Também comiam legumes, frutas e raízes.


Extinção dos neandertais

 

- Uma das hipóteses sobre a extinção dessa espécie, defendida por muitos estudiosos, afirma que ela resultou no contato que tiveram, por volta de 30 mil atrás, com os Homo Sapiens. Além de conflitos, a reprodução entre indivíduos das duas espécies pode ter sido geneticamente desfavorável aos neandertais.

 

Curiosidade:

 

- Cerca de 99,6% do DNA do Homem de Neandertal é igual ao dos seres humanos atuais.

 

Reconstituição da face do Homem de Neandertal

Reconstituição da face do Homem de Neandertal (fonte: Wikipedia.org).

 

 


 



Artigo publicado em: 06/12/2019

Por Jefferson Evandro Machado Ramos
Graduado em História pela Universidade de São Paulo - USP (1994).