Mitologia Celta

A mitologia ceuta é um conjunto de lendas irlandesas e britânicas que surgiram na Antiguidade e Idade Média.

Cu Chulain: herói-guerreiro da mitologia celta
Cu Chulain: herói-guerreiro da mitologia celta

 

Introdução



A mitologia celta foi registrada no período medieval pelos primeiros monges cristãos na Irlanda, e foram recitados nas cortes dos reis como uma forma de história coletiva. Na Inglaterra, foram os invasores normandos que se interessaram pelas lendas locais de um rei mágico chamado Arthur. Os romances arturianos são algumas das histórias mais famosas do mundo celta.



Lendas da Irlanda


Algumas das lendas irlandesas mais conhecidas são:


1. História de Cu Chulain: vem do ciclo de mitos de Ulster e envolve o herói Cu Chulain, que defende a província de Ulster de invasores no sul. Ele era conhecido como o maior guerreiro da Irlanda e há muitas histórias de suas proezas, assim como de seu amor pela bela Emer.


2. A história dos filhos de Lir fala de quatro crianças que são transformadas em cisnes por sua madrasta, Aoife, que tem ciúmes do amor que seu pai, Lir, tem por elas. Ela os condena a viver na água por novecentos anos antes que possam recuperar sua forma humana novamente. Ao final desse período, ao colocarem os pés na terra, já antigos e enrugados, acabam morrendo.


3. Outra história conta como o guerreiro Oisín é persuadido a ir para a terra dos eternos jovens pela deusa Niamh. Um dia, no entanto, Oisín pede para voltar para a Irlanda. Niamh lhe dá um cavalo para a viagem, mas avisa que ele não deve descer em nenhuma circunstância. Oisín descobre que todos aqueles que ele conhecia já morreram e, enquanto pondera sobre isso, tenta ajudar um homem a tirar uma pedra grande de um campo. E se inclina do cavalo para mover a pedra e acaba caindo, sendo transformado em pó.

 

Pintura de Oisín, personagem da mitologia Celta

Oisín: importante personagem da mitologia celta.




Lendas da Grã-Bretanha


Os mitos mais famosos da antiga Bretanha são os contos de Arthur e os cavaleiros de Camelot. Essas histórias foram fortemente influenciadas por escritores normandos medievais, que impuseram seus próprios valores de cavalheirismo, amor cortês e temas cristãos sobre as antigas lendas celtas. A figura druídica de Merlin e o caráter mortal de Morgana Le Fay, no entanto, são indícios da mitologia celta original.




Panteão céltico (principais deuses):

 


Dagda: Pai.


Oengus: deus do amor, vive periodicamente na forma de um cisne.


Lug: deus e luz do sol, é representado por um corvo.


Cernunnos: deus subterrâneo, é representado com um chifre na cabeça.


Ogma: deus da fala e da eloquência, leva consigo um grupo de homens acorrentados.


Diancecht: deus da medicina. Em tempos de guerra, usa uma fonte de saúde onde ele cura os feridos.


Esus: membro da tríade celta juntamente com Toutatis e Taranis.


Sequana: deusa do Sena.

 

 

 


 

Última revisão: 09/10/2019

Revisado por Jefferson Evandro Machado Ramos
Graduado em História pela Universidade de São Paulo - USP (1994).

 


Fontes de pesquisa:


https://en.wikipedia.org/wiki/Celtic_mythology

http://www.livingmyths.com/Celticmyth.htm

http://www.mythencyclopedia.com/Ca-Cr/Celtic-Mythology.html