Mencheviques

Saiba mais sobre este partido russo que atuou no processo revolucionário e suas principais ideias.

Martov: um dos líderes dos mencheviques
Martov: um dos líderes dos mencheviques

 

Que eram e significado

 

Os mencheviques eram um grupo político que fazia parte do POSDR (Partido Operário Social-Democrata Russo) no começo do século XX. Tiveram papel fundamental na queda do czarismo em 1917, durante a Revolução Russa, sendo liderados por Yuly Martov e Georgy Plekanov.

 

A palavra é de origem russa, menchinstvo, que significa minoria.



Principais objetivos e atuação dos mencheviques na Revolução Russa

 

Os mencheviques defendiam a queda do czarismo na Rússia e a implantação do socialismo no país. Porém, os mencheviques acreditavam que esta transição deveria ocorrer gradualmente, através de reformas políticas e econômicas. Por outro lado, os bolcheviques, comandados por Lênin, defendiam a queda do czarismo e a implantação imediata de um governo socialista, que representasse os operários e camponeses.

 

Em Fevereiro de 1917 (Revolução de Fevereiro), ocorreu a queda do czarismo com a abdicação do Czar Nicolau II. Com o apoio da burguesia, os mencheviques assumiram o poder e implantaram um governo de caráter liberal, a República da Duma, sob o comando do príncipe Georgy Lvov. Porém, os problemas enfrentados com a participação da Rússia na Primeira Guerra Mundial, levaram a substituição do governo pelo político e advogado Alexander Kerensky, também da facção menchevique.

 

Porém, os bolcheviques estavam extremamente descontentes com o governo menchevique, que, segundo eles, não representava as mudanças necessárias para a implantação definitiva do socialismo e a chegada das massas operárias e camponesas russas ao poder. Lênin, ao retornar do exílio na Finlândia, organizou e comandou os sovietes rumo à tomada do poder. Neste contexto, ocorreu a Revolução Russa de Outubro de 1917, de caráter popular, que derrubou a República da Duma e colocou no poder o Conselho dos Comissários do Povo, liderado por Lênin.

Alexander Martinov, líder menchevique

Alexander Martinov: um dos ideólogos e líderes dos mencheviques.



 

Síntese das principais ideias defendidas pelos mencheviques:

 

• Eram o grupo minoritário e menos radical do Partido Operário Social-Democrata dos Trabalhadores Russos. Se separaram dos bolcheviques em 1912.


• Defendiam reformas e mudanças graduais.


• Tinham como estratégia política a aliança com a burguesia liberal e estabelecimento da democracia para, numa última fase, chegar ao socialismo.

• Os mencheviques criticavam o conceito de centralismo democrático de Lenin, que viam como excessivamente centralizado e autoritário. Eles favoreciam uma estrutura organizacional mais democrática e aberta.

 

• Mantinham um forte compromisso com o socialismo internacional. Eles acreditavam que o sucesso do socialismo na Rússia dependia dos movimentos revolucionários em países capitalistas mais avançados.

 

 




Por Jefferson Evandro Machado Ramos
Graduado em História pela Universidade de São Paulo - USP (1994).