Deuses Maias e seus significados

Os maias acreditavam na existência de diversas divindades.

Kukulkán: deus do vento na religião maia
Kukulkán: deus do vento na religião maia

 

Principais deuses maias e seus significados:


 

Hunab Kú: principal deus para os maias. Era o deus criador de tudo.

 

- Huracán: deus da tempestade e do fogo.


Itzamná (Zamná): Deus senhor do céu, da noite e do dia. Era filho de Hunab Kú (deus supremo da religião dos maias).


Kukulkán: deus do vento.


Kinich Ahau: deus do Sol.


Ixchel: deusa da Lua, das inundações, da gravidez e do tecido.


Chaac: deus da chuva.


- Bitol: deus do céu.


Wakax Yol K'awil o Nal: deus da agricultura.


Ah Puch : deus da morte e do submundo.


Yum kaax:  deus das plantas e dos animais selvagens. É o protetor dos caçadores.


Xaman Ek: representava a estrela do norte.


Ixtab: deusa do suicídio.


Ek Chuah: deus protetor dos comerciantes e do cacau.


Ik: deus do vento.


- Tohil: deus do fogo e do sacrifício.


- Pauahtun: deus do céu, que possuía a função de sustentar o firmamento.


- Vucub Caquix: deus-demônio representado por um pássaro grande e monstruoso. Era rival dos deuses do bem.


- Hun-Hunahpu: divindade que nasceu ser humano, mas se transformou em deus após conviver com as divindades. Era o deus da fertilidade e do jogo de bola.


- Hun Batz: divindade maia associada às artes.

 

- Kabrakan: deus das montanhas e dos terremotos.


- Tepeu: deus criador, ancestral e fabricante.

 

- Bacab: deus dos pontos cardeais.

 

- Ah Muken Kaab: conhecido como deus descendente, era o protetor dos coletores de mel.


Kakupakat: deus da guerra.

 

Chaac, deus da chuva na religião maia

Chaac: o deus da chuva na religião maia.

 



Pintura representando um deus maia sentado

Itzamaná, deus maia do céu, do dia e da noite. Também conhecido como Zamná, era a divindade suprema no panteão dos Maias.

 

 



Por Jefferson Evandro Machado Ramos
Graduado em História pela Universidade de São Paulo - USP (1994).