Energia Biológica

Energia biológica é aquela gerada a partir da microrganismos aperfeiçoadas que agem em matéria orgânica.

Biogás: exemplo de fonte de energia biológica
Biogás: exemplo de fonte de energia biológica

 

O que é (conceito)

 

A energia biológica é aquela gerada a partir do uso de fontes biológicas, ou seja, biomassa (substâncias orgânicas que se acumulam em determinado local) e microrganismos aperfeiçoados.

 

Existem vários vegetais e microrganismos que podem ser usados como fontes de energia. Ocorre também através da decomposição de matérias orgânicas, realizada por bactérias (caso da geração do biogás).

 

Principais fontes de energias biológicas:

 

Cana-de-açúcar (usada para produzir o álcool combustível, conhecido como etanol).

 

Óleos vegetais como, por exemplo, os óleos de soja, amendoim, mamona e dendê.

 

Microrganismos que formam o plâncton marinho como, por exemplo, as algas e animais marinhos microscópicos.

 

Lixo orgânico e esterco (usados para gerar o biogás).



Vantagens das fontes de energia biológica:

 

Grande parte das fontes de energias biológicas é renovável (não se esgota).

 

A maioria destas fontes de energia não gera poluição do ar, portanto, são consideradas fontes limpas.

 

O uso do lixo orgânico para produzir este tipo de energia (biogás) apresenta muitas vantagens. Este lixo é coletado seletivamente e tratado, evitando assim que entre em contato com a natureza. Ele também possui a vantagem de gerar empregos e lucro para empresas que trabalham neste processo de geração de energia. Seu uso em larga escala pode diminuir a dependência das fontes de energia não renováveis.

 

O custo de implantação de uma usina biológica é relativamente barata (em comparação a uma usina hidrelétrica).

 

Usina de Biogás na Alemanha

Usina de Biogás na Alemanha: geração de energia elétrica a partir da decomposição de matéria orgânica.

 

 

Como funciona uma usina que gera energia por meio de fontes biológicas (exemplos: lixo orgânico e esterco animal)?

 

Uma planta que gera energia através de fontes biológicas, como resíduos orgânicos e esterco animal, geralmente utiliza um processo chamado digestão anaeróbica. Aqui está um resumo de como funciona:


1. Coleta e Pré-Tratamento:

- Resíduos orgânicos (por exemplo, restos de alimentos, resíduos agrícolas) e esterco animal são coletados.

- Os materiais coletados podem ser pré-tratados para remover contaminantes e triturados para aumentar a área de superfície para a ação microbiana.



2. Digestão Anaeróbica:


- Os materiais orgânicos pré-tratados são colocados em um tanque hermético e sem oxigênio chamado digestor.

- Os microrganismos decompõem a matéria orgânica na ausência de oxigênio, produzindo biogás (principalmente metano e dióxido de carbono) e digestato (uma substância rica em nutrientes).



3. Coleta e Utilização do Biogás:


- O biogás é capturado do topo do digestor.

- Pode ser usado diretamente em um gerador de biogás para produzir eletricidade e calor ou atualizado para biometano, que pode ser injetado na rede de gás natural ou usado como combustível para veículos.



4. Processamento e Utilização do Digestato (material que passou por processo de digestão anaeróbica):


- O digestato é separado em frações sólidas e líquidas.

- O digestato sólido pode ser usado como emenda para solo ou composto, e a fração líquida pode ser usada como fertilizante rico em nutrientes.


 



Atualizado em 25/05/2024