Ditadura

Ditadura é um regime de governo autoritário caracterizada pela restrição dos direitos individuais.

Ditadura: uso da força para governar e falta de democracia
Ditadura: uso da força para governar e falta de democracia

 

O que é ditadura


Ditadura é uma forma de governo em que o governante (presidente, rei, primeiro ministro) exerce seu poder sem respeitar a democracia, ou seja, governa de acordo com suas vontades ou com as do grupo político ao qual pertence. 

 

Principais características



Na ditadura não a respeito à divisão dos poderes (executivo, legislativo e judiciário). O ditador costuma exercer os três poderes.



Para evitar oposição, as ditaduras costumam proibir ou controlar os partidos políticos. Outras táticas ditatoriais envolvem a prisão de opositores políticos, censura aos meios de comunicação, controle dos sindicatos, proibição de manifestações públicas de oposição e supressão dos direitos civis. 

 

Os governos ditatoriais costumam apoiar e sustentar seu poder no uso das forças armadas.



Entre os anos de 1964 e 1985, o Brasil foi governado por uma forma de governo desse tipo. Sem eleições diretas para presidente da República, vários militares se alternaram no poder. Vale dizer que, alguns estudiosos preferem chamar esse período de Regime Militar e não de Ditadura Militar, pois havia eleições e funcionamento do congresso nesse período.


Exemplos de outros países que tiveram ditadura no século XX e XXI:

 

- Portugal (entre 1926 e 1933)

 

- Argentina (1976 a 1983)

 

- Chile (entre 1973 e 1990)

 

- Cuba (de 1959 até os dias de hoje, 2020)

 

- Venezuela (1999 até os dias de hoje, 2020)

 

- Paraguai (1954 a 1989)

 

- Bolívia (1972 a 1982)

 

- Espanha (de 1939 a 1975)

 

- União Soviética (1917 a 1991)

 

- Coreia do Norte (1948 até os dias de hoje, 2020).

 

- Alemanha (1933 a 1945)

 

Foto de Fidel Castro

Fidel Castro: ditador cubano que governou Cuba durante 48 anos.

 

 

 

 



Última atualização em: 05/12/2020.


Por Jefferson Evandro Machado Ramos
Graduado em História pela Universidade de São Paulo - USP (1994).