George Grosz

Quem foi, principais obras, pintor dadaísta, estilo artístico, principais pinturas

George Grosz: importante representante do Dadaísmo
George Grosz: importante representante do Dadaísmo

 

Quem foi

 

George Ehrenfried Grosz foi um importante desenhista, caricaturista e pintor dadaísta alemão da primeira metade do século XX. É considerado, por muitos historiadores da arte, como sendo um dos principais representantes do Dadaísmo na Alemanha.

 

Nasceu na cidade Berlim em 26 de julho de 1893. Faleceu, aos 65 anos de idade, em sua cidade natal, no dia 6 de julho de 1959.

 

Principais características do estilo artístico

 

- Pinturas marcadas por caricaturas da sociedade alemã, visando condenar à corrupção social.

 

- Obras marcadas pela retratação da violência social e urbana.

 

- Presença de tons satíricos e de crítica política, principalmente contra o clero, a imprensa, os nacionalistas alemães e os militares.

 

- Retratação de temas polêmicos, perversos e grotescos.

 

Frase:

 

- "Meu objetivo é ser compreendido por todos. Rejeito a profundidade que as pessoas exigem..."

 

Principais obras de George Grosz:

 

- Suicídio (1916)

- Metrópole (1917)

- Explosão (1917)

- O navio negreiro branco (1918)

- Tributo a Oskar Panizza (1918)

- Preparado para o serviço (1918)

- Beleza, desejo adorar-te! (1919)

- Os pilares da sociedade (1916)

- Autorretrato repressor (sem data)

- Uma vítima da sociedade (1919)

- Cena de rua (1919)

- Republicanos autômatos (1920)

- Dia cinzento (1921)


- Ao anoitecer (1922)

- Crepúsculo (1922)

- O eclipse do Sol (1926)

- Dentro e fora (1926)

- Estou feliz por estar de volta (1943)

- O sobrevivente (1944)

- O eclipse do Sol (1926)


Dia Cinzento, obra de George Grosz

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Dia Cinzento (1921), obra de George Grosz.

 

 

 

 

Última revisão: 14/03/2020
___________________________________

Por Jefferson Evandro Machado Ramos
Graduado em História pela Universidade de São Paulo - USP (1994).