Joaquim Manuel de Macedo

Joaquim Manuel de Macedo foi um escritor brasileiro do Romantismo.

Joaquim Manuel de Macedo: importante escritor do Romantismo
Joaquim Manuel de Macedo: importante escritor do Romantismo


Quem foi

 

Joaquim Manuel de Macedo foi um escritor, jornalista, professor e romancista brasileiro do século XIX. É considerado um importante representante do Romantismo na Literatura Brasileira e um dos fundadores do romance no Brasil. Sua obra mais conhecida é A Moreninha, publicada em 1844.



Biografia resumida:

 

Joaquim Manuel de Macedo nasceu na cidade de Itaboraí (Rio de Janeiro) em 24 de junho de 1820.

 

Formou-se em Medicina, porém exerceu a carreira de médico por pouco tempo.

 

Foi professor de História e Geografia no colégio Pedro II, um dos mais tradicionais da cidade do Rio de Janeiro.

 

Foi um dos fundadores da Revista Guanabara e do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro.

 

Foi professor e orientador pedagógico dos filhos da princesa Isabel.

 

Foi próximo de Dom Pedro II.

 

Atuou também na política, militando no Partido Liberal.

 

Faleceu em 11 de abril de 1882, aos 61 anos, na mesma cidade em que nasceu.



Principais características do estilo literário:

 

Presença, em suas obras, de sentimentalismo.

 

Escreveu também crônicas analíticas.

 

Retratou, em suas obras, muitos aspectos da vida cotidiana do Rio de Janeiro de sua época, principalmente, os costumes e os comportamentos da vida familiar. Histórias ingênuas de amor também fazem parte da temática central de sua obra.

 

Estilo literário marcado, principalmente, pela simplicidade.



Principais obras de Joaquim Manuel de Macedo:

 

- A Moreninha (1844) - romance

 

- O moço loiro (1845) - romance

 

- O forasteiro (1855) - romance

 

- O rio do quarto (1869) - romance

 

- A Luneta Mágica (1869) - romance

 

- As Vítimas-Algozes (1869) - romance

 

- As Mulheres de Mantilha (1870) - romance

 

- A Carteira do Meu Tio (1855) – sátira política

 

- O Cego (1845) – drama para teatro

 

- Cobé (1849) – drama para teatro

 

- Rosa (1849) - romance

 

- Lusbela (1863) – drama para teatro

 

- O Fantasma Branco (1856) – comédia para teatro

 

- A Nebulosa (1857) - poesia

 

- Mulheres Célebres (1878)

 

Capa do livro A Moreninha de Joaquim Manuel de Macedo

Capa do livro A Moreninha (1844): uma das principais obras de Joaquim Manuel de Macedo.

 

 

Resumo da obra "A Moreninha"

 

"A Moreninha" é um romance brasileiro escrito por Joaquim Manuel de Macedo e publicado em 1844. Ambientado no Rio de Janeiro, o enredo gira em torno de um grupo de jovens estudantes que passam um período de férias em uma casa de campo. A trama se desenrola quando um dos rapazes, Augusto, aposta com seus amigos que será capaz de conquistar uma moça desconhecida em apenas quinze dias. Ele acaba se apaixonando por Carolina, conhecida como "A Moreninha", sem saber que ela é sua amiga de infância disfarçada.


A história aborda temas como amor, amizade e lealdade, enquanto os personagens enfrentam desafios e revelações que colocam em xeque seus sentimentos e convicções. A relação entre Augusto e Carolina é marcada por mal-entendidos e segredos, até que a verdadeira identidade dela é revelada, desencadeando uma série de emoções e reflexões nos protagonistas. "A Moreninha" é considerada uma das primeiras obras do romantismo brasileiro e tem grande importância histórica e cultural na literatura nacional.

 



Atualizado em 23/05/2024


Por Elaine Barbosa de Souza
Graduada em Letras (Português e Inglês) pela FMU (2002).