Médio Império no Egito Antigo

Principais características, resumo, época da história, conquistas, principais faraós

Amenemhat I:  faraó do Médio Império Egípcio
Amenemhat I: faraó do Médio Império Egípcio

 

Introdução (o que foi)

 

O Médio Império foi um período da história do Egito Antigo entre 2.100 a.C. até 1.500 a.C. No geral, foi um período de muita prosperidade e conquistas para os egípcios.

 

Principais características do Médio Império Egípcio:

 

- Fortalecimento do poder dos reis egípcios (faraós).

 

- A capital do império foi transferida para a cidade de Tebas (região central às margens do rio Nilo).

 

- Período marcado por muitas conquistas militares e territoriais.

 

- Problemas internos provocaram o enfraquecimento imperial por volta de 1760 a.C. Os hicsos (povo nômade asiático) aproveitaram a situação e invadiram o Egito em 1750 a.C. O Egito permaneceu por cerca de 165 anos sob o domínio hicso.

 

- Período de grande contato comercial com a ilha de Creta e a cidade de Bíblos.

 

- No campo artístico destaca-se a representação humanizada da realeza egípcia, principalmente da figura do faraó.

 

- Na área religiosa, destaca-se a importância dada para a adoração do deus principal de Tebas, Amon.

 

Principais faraós do Médio Império:

 

- Amenemhat I (1991 a.C a 1972 a.C.)

- Senusret I (1971 a.C. a 1926 a.C.)

- Amenemés II (1926 a.C a 1895 a.C.)

- Amenemés III (1860 a.C. a 1814 a.C.)

- Amenemés VI (1788 a.C. a 1785 a.C.)

- Antef V (1625 a.C. a 1622 a.C.)

 

 

Artigo publicado em: 14/09/2015 - Última revisão: 14/09/2019
___________________________________

Por Jefferson Evandro Machado Ramos
Graduado em História pela Universidade de São Paulo - USP (1994).