Seres Mitológicos Gregos

A mitologia grega é repleta de vários tipos de seres.

Centauro: um dos seres mitológicos gregos
Centauro: um dos seres mitológicos gregos

 

O que são - definição

 

São seres (criaturas) não humanos que faziam parte do imaginário da Grécia Antiga, participando de vários mitos. Possuíam poderes sobrenaturais e, de acordo com a mitologia grega, podiam interagir com seres humanos, deuses e outras criaturas mitológicas.

 

Principais seres mitológicos gregos e suas características:

 

Centauro

 

Criatura com dorso, cabeça e braços de ser humano e pernas e corpo de cavalo. Existiam centauros que lutavam ao lado do bem como, por exemplo, Quíron. Porém, outros centauros usavam sua brutal força combatendo as forças do bem.

 

Quimeras

 

Espécie de fera, possuíam o corpo composto por partes de dois animais. No imaginário grego, as quimeras lançavam fogo pelas narinas. Os animais mais presentes nas representações das quimeras eram: leões, cabras e cobras.

 

Cérbero

 

Cachorro monstruoso com três cabeças. De acordo com a mitologia grega, ele era o guardião da porta do inferno. No imaginário grego, Cérbero atacava e matava todos os seres vivos que chegassem perto das portas do mundo inferior. Deixava entrar no inferno apenas as almas, não deixando-as sair.

 

Minotauro

 

Monstro mitológico (corpo de homem e cabeça e rabo de touro) que habitava um labirinto na Ilha de Creta. Se alimentava da carne de seres humanos jovens que deveriam ser enviados ao labirinto regularmente.Nos mitos gregos, o Minotauro foi vencido e morto pelo herói grego Teseu.

 

Cíclopes

 

Os ciclopes eram figuras mitológicas na Grécia Antiga. Os gregos acreditavam na existência destes monstros gigantes de apenas um olho. A palavra deriva do grego, onde kylos significa círculo e ops, olho.

 

Acredita-se que a origem destas figuras mitológicas esteja relacionada com esqueletos de crânios de elefantes encontrados pelos gregos. Como no crânio do animal havia um orifício grande e central (espaço da tromba), os gregos podem ter acreditado que eram de monstros gigantes de um olho só.

 

Os ciclopes mais conhecidos da mitologia grega são: Brontes, Estéropes, Arges, Elatreo, Eurialo e Traquio.

 

No poema épico grego A Odisseia, aparece a figura do ciclope Polifemo, que é alimentado pelo herói grego Odisseu (Ulisses).

 

Ilustração de um ciclope

Ilustração de um ciclope feita no século XVII

 

 

Ciclope Polifemo segurando uma pedra

Ciclope Polifemo: exemplo de ser mitológico grego.

 

Górgonas

 

Eram criaturas monstruosas femininas. Possuíam serpentes na cabeça e o poder de transformar em pedra todos que olhassem diretamente em seus olhos. A górgona mais conhecida da mitologia grega é a Medusa.

 

Grifos

 

Seres mitológicos que possuíam corpo híbrido (corpo de leão com cabeça e asas de águia). De acordo com os gregos, os grifos tinham a capacidade de botar ovos de ouro e ninhos de ouro.

 

Hidra de Lerna

 

Criatura monstruosa que habitava um pântano próximo ao Lago de Lerna. Possuía corpo de dragão com várias cabeças de serpente. Foi vencida apenas pelo herói grego Héracles (Hércules).

 

Ninfas

 

Os gregos acreditavam que eram deusas em forma de espíritos que habitavam bosques, cachoeiras e florestas. Tinham a função de levar alegria às pessoas que passavam próximas a elas.

 

Pégaso

 

Cavalo com asas que simbolizava a imortalidade. Os gregos acreditavam que ele havia nascido do sangue que jorrou da cabeça da Medusa, cortada por Perseu. Em alguns mitos, Pégaso aparece como o cavalo alado de Zeus.

 

Tritão

 

Era representado com cabeça e tronco humano com rabo de peixe. Usava um tridente e habitava as profundezas do mar.

 

 

Última revisão: 29/12/2020
___________________________________

Por Jefferson Evandro Machado Ramos
Graduado em História pela Universidade de São Paulo - USP (1994).