Realismo Socialista nas Artes Plásticas

O Realismo Socialista foi um movimento artístico e cultural que nasceu na URSS na década de 1920. Teve como objetivo fazer a propaganda do governo socialista.

Isaak Brodski: um dos principais representantes do Realismo Socialista nas Artes Plásticas
Isaak Brodski: um dos principais representantes do Realismo Socialista nas Artes Plásticas

 

O que foi

 

O Realismo Socialista foi um movimento artístico russo, que surgiu na antiga União Soviética, na década de 1920. Este movimento artístico durou até a década de 1950. Ele foi defendido e imposto pelo governo de Joseph Stalin, pois fazia parte política stalinista para a área das artes plásticas e estética. Portanto, esse movimento artístico apresentou forte viés ideológico.



Principais características estéticas e políticas:

 

• O movimento artístico tinha como objetivo principal fazer propaganda ideológica do socialismo e do regime stalinista. Portanto, foi um movimento estético marcado por forte posicionamento político.

 

• As obras mostravam a felicidade do povo sob o regime socialista, glorificando os valores do comunismo.

 

• Imagens em estilo realista, que retratavam a emancipação dos proletários russos.

 

• Os pintores e escultores buscavam, através de suas obras de arte, mostrar a União Soviética como o ideal de sociedade socialista.

 

• O Realismo Socialista empregou, na maioria das vezes, um estilo realista e figurativo que é fácil de entender, evitando a abstração e o elitismo em favor da ampla acessibilidade. Seu estilo narrativo costumava contar uma história inspiradora ou didática, ensinando os valores do socialismo.

 

• Romantização do processo revolucionário, que era mostrado como o responsável pelas melhorias de vida dos trabalhadores das fábricas e dos campos.

 

• Os principais temas retratados foram: indústria, trabalho rural, desenvolvimento tecnológico, juventude soviética, cenas históricas patrióticas, líderes revolucionários russos.

 

• Há um forte senso de otimismo na arte realista socialista. Enfatiza os aspectos positivos da sociedade socialista e muitas vezes retrata um futuro brilhante e promissor. As pessoas geralmente são mostradas como ativas e voltadas para o futuro.

 

• Falta de abstração e estetização nas obras de arte.

 

Pintura mostrando uma jovem com um livro

Garota-pioneira com livro (1926): obra de Nikolay Kasatkin.




Principais artistas do Realismo Socialista:


- Alexander Deineka (pintor russo) – autor de A defesa de Petrogrado (1928) e A defesa de Sebastopol (1942).

 

- Isaak Brodski (pintor russo) – autor de Lenin (1924), Mikhail Frunze (1929) e Lenin dirigindo-se aos trabalhadores da fábrica de Putílov (1929).

 

- Ivan Shadr (escultor russo) – autor da escultura Pedra como Arma do Proletariado (1947).

 

- Vladimir Krijatzki (pintor russo) – autor de O primeiro trator (1942).

 

- Mitrofan Grékov (pintor russo) – autor de Trompetistas do Primeiro Exército de Cavalaria (1934).

 

- Nikolay Kasatkin (pintor russo) - autor de Uma Família de Trabalhadores (1900) e Garota-pioneira com livro (1926).

 

- Boris Kustódiev (pintor russo) – autor de Bochevique (1920).

 

O primeiro trator, de Vladimir Krijatzki.

O primeiro trator (1942), de Vladimir Krijatzki. Exemplo de pintura do Realismo Socialista.



Você sabia?

 

Além das Artes Plásticas, o Realismo Socialista também se desenvolveu na Literatura e no Cinema. Podemos destacar como exemplos o escritor e jornalista ucraniano Ilya Ehrenburg (1891-1967) e o filmólogo e cineasta letão Serguei Eisenstein (1898-1948).

 

 




Por Jefferson Evandro Machado Ramos
Graduado em História pela Universidade de São Paulo - USP (1994).