Empirismo

Empirismo é uma doutrina filosófica baseada na valorização dos experimentos científicos e experiências sensoriais.

John Locke: um dos principais ideólogos do Empirismo inglês
John Locke: um dos principais ideólogos do Empirismo inglês


Definição (conceito)

 

Empirismo é uma doutrina filosófica que defende a ideia de que somente as experiências sensoriais  são capazes de gerar ideias de valor e conhecimentos.

 

Principais características

 

De acordo com o empirismo, as teorias das ciências devem ser formuladas e explicadas a partir da observação do mundo e da prática de experiências científicas. Portanto, este sistema filosófico descarta outras formas não científicas (fé, intuição, lendas, senso comum) como forma de geração de conhecimentos.

 

Surgimento 

 

Esta doutrina filosófica foi definida no século XVII pelo filósofo inglês John Locke. De acordo com este filósofo, todos os seres humanos nascem com a mente em branco, ou seja, limpa. Com as experiências e conhecimentos adquiridos em vida é que a personalidade se forma. Logo, a sociedade interfere diretamente na formação dos indivíduos.


Exemplos de filósofos empiricos:

 

- Aristóteles

- Tomás de Aquino

- Francis Bacon

- Thomas Hobbes

- John Locke (considerado o “pai” do empirismo filosófico)

- George Berkeley


- Guilherme de Ockham

- David Hume


- Robert Boyle

- John Stuart Mill

 

Retrato pintado do filósofo George Berkeley

George Berkeley (1685-1753): filósofo irlandês foi outro grande representante do Empirismo.

 

 

 



Última revisão: 24/09/2020

Por Jefferson Evandro Machado Ramos
Graduado em História pela Universidade de São Paulo - USP (1994).