Liberalismo

O Liberalismo é uma doutrina que defende a liberdade política e econômica. Saiba mais sobre sua origem e características no texto abaixo.

John Locke: um dos principais ideólogos do liberalismo
John Locke: um dos principais ideólogos do liberalismo

 

Definição - o que é

 

Liberalismo pode ser definido como um conjunto de princípios e teorias políticas, que apresenta como ponto principal a defesa da liberdade política, econômica, religiosa e de pensamento. Neste sentido, os liberais são contrários ao forte controle do Estado na economia e na vida das pessoas.

 

Origem do liberalismo

 

O pensamento liberal teve sua origem no século XVII, através dos trabalhos sobre política publicados pelo filósofo inglês John Locke. Já no século XVIII, o liberalismo econômico ganhou força com as ideias defendidas pelo filósofo e economista escocês Adam Smith. Vale ressaltar que o Liberalismo recebeu muita influência do Iluminismo e das Revoluções Burguesas de século XVII (Gloriosa e Puritana).

 

Características e princípios básicos do liberalismo:

 

- Defesa da propriedade privada.

 

- Liberdade econômica (livre mercado).

 

- Mínima participação do Estado nos assuntos econômicos da nação (governo limitado).

 

- Valorização das liberdades individuais (o indivíduo tem prioridade sobre o coletivo).

 

- O Estado tem como uma das funções principais a defesa e a promoção da liberdade individual.

 

- Valorização das diversidades e das pluralidades.

 

- Defesa de um modelo social baseado na justiça e na igualdade de direitos.

 

- Igualdade perante a lei (estado de direito).

 

Neoliberalismo

 

Na década de 1970 surgiu o neoliberalismo, que é a aplicação dos princípios liberais numa realidade econômica pautada pela globalização e por novos paradigmas do capitalismo.

 


Curiosidade:

 

- No Brasil atual existem diversos partidos políticos, que defendem muitos princípios liberais. Entre eles, podemos citar: Partido Novo, DEM (Democratas), PSL (Partido Social Liberal) e PSD (Partido Social Democrático).

 

Retrato do economista liberal Adam Smith

Adam Smith: importante economista liberal do século XVIII.

 

 

Antiliberalismo Econômico

 

O antiliberalismo econômico é uma ideologia contrária aos fundamentos do liberalismo. Ele surgiu, principalmente, entre os pensadores e economistas socialistas, mas também esteve presente nas doutrinas fascistas.

 

Principais características do antiliberalismo econômico:

 

- Contrário à economia de mercado e aos fundamentos econômicos do capitalismo.

 

- Favorável a interferência do governo na economia.

 

- Rejeição às políticas de privatização, defendidas e praticadas pelos liberais.

 

- Favorável a existência de empresas estatais.

 

- Defesa de políticas sociais para diminuir as desigualdades.

 

- Geralmente, os antiliberais são favoráveis a cobrança de impostos como forma de distribuição de renda, através das políticas sociais.

 

- Os antiliberais defendem a existência de impostos sobre o lucro e a transmissão de heranças dos mais ricos.

 

- Defesa de políticas de proteção alfandegária, principalmente através da cobrança de elevadas taxas e impostos sobre produtos importados.

 

- Os antiliberais possuem uma posição crítica em relação a globalização da economia, que é defendida por grande parte dos liberais.

 

- Favoráveis à regulação do mercado de trabalho para expandir ou manter todos os direitos trabalhistas possíveis. Defendem rígidas leis trabalhistas para proteger ao máximo os trabalhadores.

 

- Contrários a abertura econômica e exploração de recursos minerais, por empresas estrangeiras, em seus países.

 

Foto de uma manifestação antiliberalismo e antiglobalização na Escócia

Manifestação antiliberalismo e antiglobalização em Edimburgo (Escócia).

 

 

 

Principais teóricos do Liberalismo e principais obras:

 

 

John Locke (1632-1704)

Principal obra: Segundo Tratado sobre o Governo Civil, Dois tratados de governo e Da tolerância.


Montesquieu (1689-1755)

Principal obra: O espírito das leis


Adam Smith (1723-1790)

Principais obras: A Riqueza das Nações e Teoria dos Sentimentos Morais.


Destutt de Tracy (1754-1836)

Principal obra: Eléments D'Idíologie


Alexis de Tocqueville (1805-1859)

Principais obras: Da Democracia na América e O Antigo Regime e a Revolução.


John Stuart Mill (1806-1873)

Principais obras: Princípios de Economia Política e A Liberdade.


Jean-Baptiste Say (1767-1832)

Principal obra: Tratado de Economia Política.


David Ricardo (1772-1823)

Principais obras: Princípios da economia política e tributação e O alto preço do ouro, uma prova da depreciação das notas bancárias.


François Quesnay (1694-1774)

Principal obra: Quadro Econômico.


Benjamin Constant (1767-1830) * escritor e político francês

Principal obra: Aprender na Desgraça Alheia


Anders Chydenius (1729-1803)

Principal obra: O benefício nacional


David Hume (1711-1776)

Principal obra: Tratado da Natureza Humana

 

Foto de John Stuart Mill

John Stuart Mill: um dos principais teóricos do liberalismo.

 

 



Última revisão: 02/03/2021

Por Jefferson Evandro Machado Ramos
Graduado em História pela Universidade de São Paulo - USP (1994).