Grécia Antiga

A Grécia Antiga é marcada por muitas características culturais que influenciaram a civilização ocidental.

Ruínas de um teatro grego antigo
Ruínas de um teatro grego antigo

 

Introdução: origens, colonização e pólis

 

A civilização grega surgiu entre os mares Egeu, Jônico e Mediterrâneo, por volta de 2.000 a.C. Formou-se após a migração de tribos nômades de origem indo-europeia, como, por exemplo, aqueus, jônios, eólios e dórios. As pólis (cidades-estado), unidades político-administrativas, caracterizaram a vida política dos gregos. Elas surgiram por volta do século VIII a.C. As duas pólis mais importantes da Grécia Antiga foram: Esparta e Atenas.

 

Na Antiguidade, a Grécia, tanto continental como insular, era conhecida como Hélade. Já seus habitantes eram chamados de helenos.



Expansão do povo grego: a diáspora

 

Entre os séculos VII a.C. e V a.C. aconteceram várias migrações de povos gregos para vários pontos do Mar Mediterrâneo, como consequência do grande crescimento populacional, dos conflitos internos e da necessidade de novos territórios para a prática da agricultura. Na região da Trácia, os gregos fundaram colônias, na parte sul da Península Itálica e fizeram o mesmo na região da Ásia Menor (Turquia atual). Os conflitos e desentendimentos entre as colônias da Ásia Menor e o Império Persa ocasionaram as famosas Guerras Médicas (499 a.C. a 449 a.C.), em que os gregos saíram vitoriosos.

Esparta e Atenas envolveram-se na Guerra do Peloponeso (431 a.C. a 404 a.C.), vencida por Esparta. No ano de 359 a.C., as pólis gregas foram dominadas e controladas pelos Macedônios.

 

 

 

 

Períodos da Civilização Grega


Os historiadores costumam dividir a história da civilização grega em três grandes períodos:



1.    Período Arcaico: é caracterizado pela introdução de repúblicas em vez de monarquias (que, em Atenas, avançaram em direção à democracia) organizadas como uma cidade-estado ou pólis e a instituição de leis. Decorreu desde 800 a.C. até cerca de 500 a.C. Esse período incluiu o início dos Jogos Olímpicos e a redação da Odisseia e da Ilíada por Homero.


2.    Período Clássico: este é o momento em que a maioria de nós pensa quando se tem a civilização grega em mente. Foi a Idade de Ouro de Atenas, quando era governada por uma democracia e quando teve início a construção da Acrópole. Nesse período, a civilização grega atingiu o auge em quase todas as áreas do conhecimento humano e os grandes pensadores e artistas da Antiguidade floresceram. Leônidas e seus 300 espartanos caíram nas Termópilas e, no mesmo ano (480 a.C.), Temístocles derrotou a frota naval persa em Salamina, levando à derrota final dos persas em Plateia. É também o período de Alexandre, o Grande. Ele liderou seu exército e invadiu o Egito, chegando a conquistar parte da Índia. Educado por Aristóteles, difundiu os ideais da civilização grega através de suas conquistas e, ao fazê-lo, transmitiu a filosofia, a cultura, a linguagem e a arte gregas para todas as regiões com as quais teve contato. Esse período termina com sua morte, em 323 a.C.

 

3.    Período Helenístico: durou desde a morte de Alexandre, o Grande (rei da Macedônia) até 146 a.C., quando Roma conquistou a Grécia. Durante esse período, o pensamento e a cultura gregos se tornaram dominantes nas várias regiões sob a influência dos sucessores de Alexandre.

Rei Alexandre o Grande o e filósofo Aristóteles

Rei Alexandre, Grande o e filósofo grego Aristóteles: rei da Macedônia foi um dos responsáveis pelo Helenismo (expansão da cultura grega pelo Oriente).

 

 

Economia da Grécia Antiga 

 

A economia dos gregos baseava-se, principalmente, no cultivo de oliveiras, trigo e vinhedos. O artesanato grego, com destaque para a cerâmica, teve grande a aceitação no Mar Mediterrâneo. As ânforas gregas eram usadas para o transporte de vinhos, azeites e perfumes para os quatro cantos da península. Com o comércio marítimo, os gregos alcançaram grande desenvolvimento, chegando até mesmo a cunhar moedas de metal. Os escravos, devedores ou prisioneiros de guerras, foram utilizados como mão de obra na Grécia. Cada cidade-estado tinha seu próprio sistema político-administrativo, organização social e deuses protetores.

 

 



Principais características da Grécia Antiga:

 

1 - Jogos Olímpicos

 

Foi na Grécia Antiga, na cidade de Olímpia, que surgiram os Jogos Olímpicos em homenagem aos deuses. Os gregos também desenvolveram uma rica mitologia. Até os dias de hoje, a mitologia grega é referência para estudos e livros.

 

2 - Filosofia grega

 

A filosofia também atingiu um desenvolvimento surpreendente, principalmente em Atenas, no século V (Período Clássico da Grécia). Platão e Sócrates são os filósofos mais conhecidos deste período.

 

3 - Teatro

 

A dramaturgia grega também pode ser destacada. Quase todas as cidades gregas possuíam anfiteatros, onde os atores apresentavam peças dramáticas ou comédias, usando máscaras. A poesia, a história, as artes plásticas e a arquitetura foram também muito importantes na cultura grega.

 

4 - Religião grega

 

A religião politeísta grega tinha uma forte marca humanista. Os deuses possuíam, ao mesmo tempo, características humanas e divinas. Os heróis gregos (semideuses) eram os filhos de deuses com mortais. Zeus, deus dos deuses, comandava todos os demais, do topo do monte Olimpo. Podemos destacar outros deuses gregos: Atena (deusa das artes), Apolo (deus do Sol), Ártemis (deusa da caça e protetora das cidades), Afrodite (deusa do amor, do sexo e da beleza corporal), Deméter (deusa das colheitas), Hermes (mensageiro dos deuses) entre outros.


5 - Mitologia e os oráculos

 

A mitologia grega também era muito importante na vida desta civilização, pois através dos mitos e lendas, os gregos transmitiam mensagens, tradições, explicações o funcionamento do mundo e ensinamentos importantes.

 

Os gregos acreditavam que era possível consultar os deuses nos oráculos. Eles acreditavam que, nestes locais sagrados, os deuses ficavam orientando as pessoas sobre questões importantes da vida cotidiana e desvendando os fatos que poderiam acontecer no futuro. O oráculo mais importante era o de Delfos.

 

6 - Arquitetura

 

Na arquitetura, os gregos ergueram palácios, templos e acrópoles de mármore no topo de montanhas.

 

7 - A Ágora

 

As decisões políticas, principalmente em Atenas, cidade onde surgiu a democracia grega, eram tomadas na Ágora (espaço público de debate político). 

 

Templo de Zeus, Grécia

Ruínas do templo de Zeus em Olímpia

 


Ser cidadão na Grécia Antiga


A principal característica da civilização grega é sem dúvida a cidadania. Um cidadão grego cumpre seus deveres (financeiro, militar, religioso) e, em troca, tem o privilégio de participar do governo do estado, é protegido pelas leis (um estrangeiro, em geral, não tem direitos) e pelos deuses da cidade (cada cidade tem seus próprios deuses e cultos reservados para os cidadãos).

Os cidadãos são agrupados em torno de um centro urbano, que serve como uma fortaleza e também um local para a vida política, intelectual, religiosa e econômica. Este centro é considerado indispensável, mas o território em torno dele também é povoado por cidadãos que vivem em aldeias. Apesar da distância e de sua pouca participação na vida da cidade devido à distância, não há diferença entre os direitos e os deveres desses cidadãos, pois ambas as regiões dependem uma da outra.

 

Teatro de Epidauro na Grécia Antiga

Teatro de Epidauro na Grécia Antiga: as artes foram muito importantes na Grécia Antiga, principalmente na cidade-estado de Atenas.

 

 

Principais fatos históricos da Grécia Antiga:

 

- Em 776 a.C., foram iniciados os Primeiros Jogos Olímpicos da história, realizados na cidade grega de Olímpia.

 

- Em 594 a.C., o legislador grego Sólon deu início a uma ampla reforma política, econômica e social em Atenas.

 

- Em 490 a.C., os gregos venceram os persas na batalha de Maratona, no contexto das Guerra Médicas.

 

- Em 478 a.C., Atenas implementou a Liga de Delos (aliança militar grega) para combater os persas durante as Guerras Médicas.



Curiosidades históricas:

 

- Tucídides (460 a.C.-400 a.C.) e Heródoto (480 a.C. - 425 a.C.) foram os primeiros historiadores da Grécia Antiga. O primeiro foi o responsável pelo relato da Guerra do Peloponeso (entre Esparta e Atenas), já Heródoto registrou as Guerras Médicas (entre gregos e persas).

 

- Um dos primeiros e mais importantes médicos da Grécia Antiga foi Hipócrates. Considerado o "pai da Medicina" ele viveu no século V a.C. Ele é responsável pelo juramento que os médicos, até hoje, fazem ao se formarem. É o conhecido "Juramento de Hipócrates", cuja principal mensagem é o dever do médico de praticar a Medicina com honestidade.

 

- Muitas palavras que utilizamos hoje na língua portuguesa são de origem grega. Entre elas, podemos citar: aristocracia, democracia, política, poliglota e pedagogo.

 

- Um dos grandes escritores da Grécia Antiga foi Esopo. Ele foi escravo no século VII a.C. e escreveu fábulas que chegaram até os dias de hoje. Uma das mais conhecidas foi A raposa e as uvas.

 

Mapa da Grécia Antiga

Mapa da Grécia Antiga

 

 

VOCABULÁRIO DO TEXTO:

 

- Nômades: que não tem habitação fixa. Os nômades mudam frequentemente de lugar, em busca de melhores condições de vida, água, terras férteis ou pela necessidade de fazer comércio.

 

- Pólis: cidades gregas que possuíam autonomia. Eram independentes umas das outras. Em comum, possuíam apenas a língua, a religião e alguns aspectos culturais. São também conhecidas como cidades-estado.

 

- Semideuses: personagens da mitologia grega que possuíam corpo humano, porém com algumas habilidades ou poderes de deuses. Eram mortais e isso os diferenciavam dos deuses.

 

- Politeísta: que acredita na existência de vários deuses ou divindades.

 

- Acrópole: região mais alta das cidades gregas, geralmente em topos de montanhas. Nesse local, os gregos antigos construíam palácios e templos.

 

- Legislador: aquele que escreve leis.

 

Foto das ruínas da Acrópole de Atenas

Acrópole de Atenas na Grécia: foi um dos principais locais da principal cidade-estado grega.

 

 

 

GALERIA DE IMAGENS DA GRÉCIA ANTIGA

 

Escultura do deus Zeus

Busto de Zeus (deus dos deuses na mitologia grega)



 

Teatro grego

Teatro de Epidauro (século IV a.C)



 

Vaso grego

Vaso grego com pintura representando uma corrida durante os Jogos Olímpicos



 

escultura deusa Atena

Escultura em mármore da deusa Atena (século VI a.C): cópia romana da obra de Fídias.

 

 

 

Mitologia Grega, o herói Hércules e a deusa Atenas

Mitologia Grega: O herói Hércules e a deusa Atenas (pintura em vaso do século V a.C.).

 

 

 

moeda ateniense

Moeda ateniense do século V a.C.

 

 

 

templo de Hefestos

Templo de Hefestos em Atenas

 



 


Revisado e atualizado em 12/01/2021

Por Jefferson Evandro Machado Ramos
Graduado em História pela Universidade de São Paulo - USP (1994).